terça-feira, 19 de novembro de 2019

Podosfera

Uma das coisas que eu mais gostava de quando eu frequentava a escola primária, eram os livros de Língua Portuguesa. O capítulo era aberto com um texto, seguia-se questões de interpretação deste texto e depois a parte referente à gramática.
Ficava logo abaixo do texto o que eu mais apreciava: vocabulário.
Algumas palavras, diferentes, novas, complexas, eram destacadas abaixo do texto com o seu significado.
Ah! Como eu gostava daquilo! Aquela explicação que clareava, que fazia tudo ganhar sentido.

Os anos iam passando, os livros mudavam de editora, de coleções e o "vocabulário" seguia ganhando outras versões - para entender o texto ou glossário, ou mesmo, vamos aprender mais?

Deixado o banco de escola há muito tempo, sinto falta desse glossário, desse vocabulário explicativo na vida, que os dicionários não dão conta.

Podosfera é uma dessas palavras. Deparei-me com ela e pensei em algo mais elaborado para podólogo. Logo percebi que não tinha ligação nenhuma com pés...

Recente podosfera. Assim dizia o texto que eu estava lendo e só aos poucos fui me dando conta.

E a memória foi me trazendo vovô com seu rádio de pilhas grandes e amarelas. Um retângulo envolvido por uma capa de couro ( bem ensebada! ) que se acomodava tanto num criado-mudo como ao pé do ouvido. Todas as tardes, religiosamente um minuto antes das seis horas, eu ficava ao lado dele, de vovó e um copo com água próximo ao rádio. Hora da Ave-Maria. Uma oração, um gole de água e eu já voltava para as brincadeiras.

Eu, adolescente, já com rádio movido à energia, não perdia o programa de músicas francesas de Monsieur Gilbert, Chandon D'Amour e também o romântico Sérgio Boca com seu "Na boca da noite".

Então chega a recente podosfera. O novo rádio, o formato inovador. De músicas a bate-papos dos mais variados assuntos. Ouve-se a hora que quer, onde quiser.

Os responsáveis por esta nova mania são os podcasters que já têm até sigla: Abpod - associação brasileira de podcasters.

Eu demorei para saber o que era isto, demorei para ouvir um podcast, mas não é que fui fisgada?!

Já ouvi podcast falando de emoções, de política, de luto, de livros e estou gostando desta tal podosfera.

Agora quero saber de você. Você embarcou na podosfera? Gosta? 
Tem algum podcast para nos sugerir?
Já é um produtor de podcast ou pensa em ser?

E rádio, você ouve? Músicas, programas?
Ah conta tudo que estou curiosa!

5 comentários:

  1. Ana, lembro bem daqueles livros, introduções, interpretação de textos e ao final o glossário..
    E como tu, também achei que a tal da podosfera fosse relacionado com grupo de podólogos,rs...
    E sabes, nunca ouvi nenhum podcast, nadica de nada sei sobre eles. Vou me antenar!! Quem sabe !!!

    E, quanto aos radinhos de pilha,adoro e tenho dos bem simples e uso muito cada ia cedinho e nas insônias,rs...

    beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Nunca ouvi falar...
    Em comunicação virtual sou, mesmo, básica. Que pena!
    Gostava que apreciasse os meus blogues...
    Beijos
    ~~~~~

    ResponderExcluir
  3. Boa noite de paz, querida amiga Ana Paula!
    Gosto muito (e ouço) de músicas... todo tempo em que escrevo estou aembalada por elas.
    Quanto ao que posta e esclarece, alerta, não me interesso, honestamente, quem sabe um dia, mais tarde? No momento tenho outras priodades navagando.
    Voce é sempre muito bem antenada, muito bom!
    Tenha dias abençoados e felizes!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  4. Ana, quantas mudanças...
    Eu gosto de rádio e música, e gosto dos podcast! Eu ouço pouco, porque geralmente eu assisto vídeos no youtube, mas estou sempre ouvindo os podcast das pessoas que me inspiram e tem esse material... É muito interessante porque a gente aprende tanta coisa, e pode ouvir em qualquer lugar ou momento... Quando vou limpar a casa por exemplo, coloco um áudio para ouvir...
    É bacana se inteirar das modernidades...rs
    Beijos doces,
    Ju

    ResponderExcluir