segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Amizades

Amizade virtual não existe.
Amigo de internet é só uma maneira carinhosa de falar.
No começo do meu blog, que tem cinco anos, participei de várias blogagens coletivas que nos propunham a refletir sobre a existência ou não de amigos virtuais.
Havia até uma certa tendência e outros blogueiros afirmavam sem hesitar, que a tal amizade virtual não era uma amizade. Amigos virtuais era um termo equívoco. Isso não existia.
Meu pensamento divergia desse porque havia algo que talvez em palavras eu não conseguia explicar.
A tela luminosa não era fria e impessoal para mim.
Aos poucos, de blog em blog, recebendo comentários, deixando comentários, encontrando as pessoas aqui e acolá nas praças virtuais eu comecei a sentir uma pulsação ali. Claro que havia e há pessoas que não se mostram totalmente, ou se o fazem, eu é que não tenho a capacidade de percebê-las. Mas, enfim, eu sentia amizades nascendo e florescendo. Eu sentia que, se em alguma manha eu acordasse me sentindo entristecida ou a ponto de explodir, eu podia sim contar com essas pessoas "virtuais".
Nesses cinco anos de blog muitos se distanciaram, outros desistiram, outros permanecem. Os laços, nesses cinco anos, só foram se estreitando, confirmando o que eu sempre senti e acreditei. Existe sim amizade virtual e que cada vez mais são laços que vão se estreitando. Seja por um cartão de Natal, um livro num sorteio, o instagram, facebook, e-mail, whatsaap e outros que eu nem tenho!
Tudo isso nos aproximou e a vida se encarrega de dar uma mãozinha também!
É promoção de companhia aérea, Bienal do Livro, reunião de negócios, uma passada por uma cidade e quando a gente vê, está ali abraçando alguém de nossas telas virtuais!
Sonho ainda encontrar muitos outros amigos virtuais e sei que é possível!


Ana Virginia do blog Filha de José e eu




Maria Dionara - trocamos cartas!



Tina, menina sapeca e meus filhos


Um dia inesquecível!


Conhecer Chica...


Faltam palavras para descrever!


Um sonho que sempre acalentei e enfim se realizou
Chica e eu!




14 comentários:

Ana Bailune disse...

Bacana, Ana Paula!

✿ chica disse...

Noooooooossa, que coisa mais querida que és!

Existe mesmo essas amizades virtuais que adoramos saber de numa hora de tristeza, perrengue, alegria, vibração, podemos sair contando por email, WhatsApp ou o que for, até email, mesmo. Olhem a velha chica,(agora me dou conta) parecendo achar o email das antigas,rs...

Lindas as fotos desse encontro com Ana Virgínia, Maria Dionara e Tina,a quem já pude abraçar e passar um dia.

As nossas ficaram legais pois mostram muito bem a alegria daquele momento, curtinho, pequeno, com gosto de quero mais, mas muito intenso!

Ver tua família querida, a simpatia do teu marido e, após ter estado com Julinha em seu blog desde pequeninha, de ter trilhado com Bernardo, só poderia chegar ao coração mesmo, mas não só do lado de fora dela, mas BEM DENTRO DELE!!

Adorei a oportunidade e foram momentos bem marcantes ,felizes, que levarei pra sempre aqui desse lado ou para onde eu for um dia!

beijos pra vocês ,tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

Neno disse...

Que legal o texto, Ana Paula!
Concordo com tudo: as amizades virtuais realmente existem, criam laços entre pessoas, e nada impede que esses laços levem a encontros 'reais' entre os personagens do blog.
Pena que eu não pude te conhecer e conhecer a tua família, que parece muito querida!
Outro dia vamos nos conhecer!
Bjs do Neno

Gracita disse...

Olá Ana Paula
Mesmo que nunca venhamos a nos encontrar percebo que existe sim um relação fraterna que se intensifica e vamos criando laços e afinidades
Muito lindo esse encontro de vocês. Todas felizes e sorridentes
Isso é consequência da amizade antes virtual que saiu da telinha e se tornou real.
Uma linda semana
Beijos

Poesia do Bem disse...

Olha Ana eu também sempre me apeguei aos amigos virtuais, claro existem os que passam, os que não são quem pensamos ser, mas há por trás da tela fria uns que oram por nós, que torcem, nos ajudam, falam o que desejamos escrever em lindas crônicas como vc. Amei tudo e que bom poder realizar sonhos de abraços alem da virtualidade. Eu me emocionei tanto em te ver coma querida Chica a quem sinto um grande amor, e tão distante, parece tão frio só um virtual carinho, não aqui dentro tenho grande amor. Sou feliz que conheci alguns como Anne Lieri, Mário Feijó, Rosimeire, alguns escritores do recanto das Letras, meu sonho é poder um dia te encontrar e a Chica dar um forte abraço. sabe que meu coração se emocionou tanto que chorei de alegria, aqui. em breve quem sabe seremos nós. Bjs

Tina Bau Couto disse...

Amei
Amo
Sapeca e fã

Amara Mourige disse...

Ana Paula, que bom conhecer amigos virtuais tão queridos.Linda fotos!!
Beijos
Amara

Felisberto N. Junior disse...

Olá,Ana Paula,bom dia...eu sempre pensava e achava que a amizade só era possível de verdade no convívio dos dias, olhando, observando, compartilhando e sentindo;tanto que achava estranho chamar de amigo quem nunca havia visto, tocado, sentido. - não de forma banal,onde chamam qualquer conhecido de amigo,mas, aquele que, de fato,digamos, injeta oxitocina no organismo ,este mesmo que tu escreveu:"a tela luminosa não era fria e impessoal".- Porém,à medida a internet que se tornou parte integrante de minha vida, encurtando distancias e facilitando os contatos, redefiniu a minha forma de pensar sobre. Claro que nunca se sabe o caráter da pessoa e sua verdadeira intenção quando se está teclando. É um território onde se permite mentiras , enganos e uma série de abusos e inconvenientes . Agora, temos que ter cuidado para não se machucar ou machucar as pessoas, pois um dia, o que é falso e ilusório, cai por terra. Mas, de qualquer forma , não podemos é ter avaliação pétrea de um comportamento, nem a real e muito menos a virtual e não podemos abrir mão de esperar que o virtual se fortaleça após um contato real, Tal como foi esse encontro de você e suas amigas- todas felizes e sorridentes-pois , isso confirma a regra :saber como a pessoa é nos dois mundos - real e virtual - ajuda a construir uma amizade e , até,nos ajuda a decidir se merece continuar chamando de AMIGO ou não. Enfim, os amigos virtuais existem sim... e existem para complementar nosso círculo de amizade.
Mui bela a sua postagem e fotos,parabéns, belos dias,beijos!

Bell disse...

Amizades lindas, já avisei a Tina qdo vier para Sampa me avise.
Muito bom essa integração e amizade.

bjokas =)

Calu B. disse...

Supremas alegrias amarradinhas em sorrisos abertos. Todos estes abraços se enlaçam festivamente deixando em "nosostros(as)" a esperança vivinha de novos encontros assim desvirtualizados.

Confetes risonhos enfeitam seus sorrisos.
Bjos, meninas queridas.
Bjos, Ana.
Calu

Cristiane Marino - Mulheres em Círculo disse...

Puxa Ana Paula, que experiência incrível!!!
Bjs

As Mulheres 4estacoes disse...

Oi Ana Paula!
Me alegrei ao ler e ver as fotos das pessoas que já encontrou.
A Chica é uma querida, adoraria conhecê- la também. Na verdade tem várias que gostaria de ter oportunidade de encontrar. Ao ler uma postagem, um comentário, me identifico e isso de certa forma, me aproxima das pessoas.

Um abraço com carinho,
Sônia

Bia Hain disse...

Ana, sua postagem é simplesmente adorável! Também muitas vezes me questionei sobre as amizades virtuais e não tenho muito a acrescentar ao que escreveu: com o tempo as que não o eram, se foram, mas há outras que foram se consolidando de tal forma que não imagino outro nome para elas se não, amizade mesmo!
Tenho consciência de que, embora vivendo a vida real sempre que possível, com amigos, com a filha, a família, o amor, as pessoas que tenho aqui considero sim muito amigas e até que muitos me conhecem bem mais do que algumas pessoas com quem convivo diariamente.
Sinto-me segura para me mostrar, aprendo muito, divido o melhor e até algumas tristezas, converso, dou risada, choro junto... como não chamar de amizade?
Ainda falta conhecer realmente os amigos virtuais, e sempre me emociona quando vejo encontros registrados como esse, há carinho, alegria e cumplicidade sempre!
Um dia ainda te encontro, rsrsrs!
Abraços!

Zizi Santos disse...

Ana, eu vi teu encontro lá na Chica, a quem tive a alegria de também conhecer!
Agora passeando pelos blogs te encontrei e , vejo os novos encontros que falas.
Eu acredito nas amizades. Ao ver o nome já identifico e penso nelas com carinho. Algumas , talvez nunca conheça pessoalmente, mas sei que são minhas amigas no Universo.
Não convivemos, mas sabemos que podemos contar com elas e as palavras amigas. Não tem melhor psicanalise ! E tudo regado com carinho e sinceridade. Eu acredito

bjs
tudo de bom para você