quarta-feira, 23 de abril de 2014

Um por um

"Não é que o mundo seja só ruim e triste.
 É que as pequenas notícias não saem nos grandes jornais.
Quando uma pena flutua no ar por oito segundos ou a menina abraça seu grande amigo, nenhum jornalista escreve a respeito.
Só os poetas o fazem".     
Rita Apoena

A esta bonita e verdadeira reflexão que Rita Apoena faz - "só os poetas o fazem"-  eu acrescentaria que também os blogueiros o fazem!
Ouvir notícias, assistir a telejornais ou ler os jornais significa que a maior parte do que está ali, será de notícias ruins. Podemos optar pelas "piores"maneiras de tomarmos conhecimento, a depender do programa, do estilo do apresentador...
Muitas vezes precisamos também trazer esse lado não bonito do viver aqui nos blogs para alertar, refletir, desabafar.
Tão bom quando nos deparamos com esta "pena que flutua no ar por oito segundos"!
Dia desses foi espalhado feito sopro em dente-de-leão as pequenas boas notícias de pessoas que deixam um café pago para um desconhecido; alguém que coloca em sua porta, mudas de uma flor para quem quiser levar; alguém que encontra uma quantia de dinheiro dentro de um envelope com contas a pagar e, procura o dono e devolve com tudo pago; uma pequena atitude que eu já chamo de grande, acontecendo aqui na blogosfera que é o BookCrossing Blogueiro.

Um-por-um é um modelo adotado por Blake Mycoskie, dono da empresa Toms de calçados.
Ele construiu seu império calçadista vendendo um par de sapatos e dando outro de presente a uma pessoa necessitada.
A Toms até agora doou 10 milhões de pares de sapatos a crianças pobres.

200 mil pessoas tiveram sua visão restaurada no programa de mesmo modelo com a venda de óculos.


A marca de sapatos agora investe em café, que além de gerar empregos vai na proposta de um-por-um vendendo um saco de café e doando uma semana de água limpa para uma pessoa.

Pode parecer pouco, pode não ser a solução definitiva, mas as pequenas boas atitudes estimulam outras, fazem pessoas e empresas copiarem o modelo, aprimorarem.

Escolhi trazer esta notícia de uma empresa estrangeira porque me sensibilizou ler sobre a transformação na vida dessas mulheres que não enxergavam para poderem separar palha do arroz ou colocarem a linha na agulha.
A gente se esquece disso...


14 comentários:

Amara Mourige disse...

Ana Paula, belíssima postagem, fiquei emocionada!Empresas Brasileiras deveriam ter esse tipo atitude.
bjs
Amara

✿ chica disse...

Que bom quando as boas notícias são divulgadas e se formos garimpar, tem muitas delas. Porém, o mau, o ruim, os crimes,. dão mais mídia,. infelizmente! Assim, nossos jornais em papel ou tv, pingam sangue! beijos,chica

Tina Bau Couto disse...

Noticias e práticas lindas, positivas, transformadoras, possíveis.

Além do que faz o governo, de obrigações, além de rezar e se dizer cristão ou espiritualizado e nada fazer.

Isso muda o mundo!

Luciene Tenorio Nunes disse...

Oi Ana Paula,
Hoje mesmo, uma amiga me ligou dizendo que tinha uma notícia ótima e informando q era ótima para ela. Eu respondi que adoro começar com boas notícias, fossem ela endereçadas a quem fosse.
Ainda espero pelo dia em que boas notícias sejam "sensacionalistas" o suficiente para se propagar pelos meios de comunicação e contaminar todo mundo!
Bjs.

Calu B. disse...

Ana,
como é importante sabermos de iniciativas assim no mundo de agora, tão individualista, tão mercadológico.Vejo como vc, a primordial necessidade em espalharmos boas notícias, nutrirmos os corações de esperanças e mais fé na humanidade.
Vamoquevamo, menina.
\0/ Bjinhus.
Calu

A Menina das Ideias disse...

Ai Ana, ultimamente eu tenho precisado ler coisas assim. Pessoas fazendo coisas boas tem sido tão raro no meio dessas atrocidades que os políticos e os cidadãos comuns tem feito que qdo algo assim aparece cai como um bálsamo. Ah! queria agradecer pelo emailq ue vc me mandou com aquele video fofo. É uma linda versão da chapeuzinho. Beijos!

Li disse...

Nossa adorei o post! Notícias boas e poéticas são sempre muito bem vindas!!!
Realmente precisamos trazer esse lado bom da vida para os blogs de vez em quando!!!

Amei!!!

Saudades...

Lívia.

lis disse...

Verdade Ana
As más notícias enchem as primeiras páginas dos jornais a cada manhã_ certo que precisamos delas para nos precaver para nos conscientizar (talvez), para nos entristecer na maioria das vezes,
as boas noticias não tem acontecido_preocupa-nos o que vem ocorrendo no nosso país,as barbaridades contra filhos a incompetência dos policiais, a marginalidade ganhando força e ninguém se abala mais,
_suas boas noticias nos acalmam um pouquinho, por isso também publico poesias _ alguma esperança há de vir delas _ que possamos ver mais 'penas flutuando no ar'
abraços menina linda,

Luma Rosa disse...

Oi, Ana Paula!
Eu estava indo dormir quando resolvi acessar o seu blogue. Que surpresa! O que poderia ter sido uma resposta ao meu post, pois se referiu as pequenas notícias e eu fiz referência a uma grande notícia assombrosa :D -> Não foi uma resposta, porque você se antecipou e escreveu o texto antes de mim. Mas Deus é sábio, pois se tivesse vindo aqui antes, eu não teria escrito o texto. Ou não. Quem sabe escreveria em outra temática, com o coração mais amolecido, mas acho que escreveria sim, pois estava engasgada em saber do número suposto de crianças que morrerão até o final do ano.
O vendedor de sapatos é um exemplo do que pode ser feito pelos grandes atacadistas. É o que imagino, se o nosso governo não fosse esfomeado pelo recebimento em impostos?
Na verdade, não nos sentiríamos mal em dar esse dinheiro ao governo, se ele investisse no cidadão, dando-lhe dignidade.
Vou dormir mais leve, me lembrando daqueles que acordam todos os dias para doar um pouco de si para as crianças, como os educadores. Pessoas que estão desmerecidas por conta do Estado fazer o jogo sujo de jogar família contra escola e vice-versa.
É dignidade, o que esse empresa que citou no post, dá as pessoas. Mas ela não está no Brasil... aqui ela não conseguiria.
Foi muito bom ter você no BookCrossing Blogueiro!! Somos semeadores :D cheios de esperança que o tempo nos ajude!
Beijus,

Bia Hain disse...

Oi, Ana! Seu post me trouxe mais um sorriso na manha de domingo!
Ha um bom tempo evito ver jornais... acredito que a dissemina;'ao da violencia acaba gerando mais violencia num mundo em que a sociedade ainda nao aprendeu a pensar por si s[o, e sim reproduz modelos que ve.
Demais a generosidade do criador dos projetos que ajuda pessoas a serem mais felizes com bens necessarios para a sobrevivencia. Um abra;o!

Obs - perdoe a ausencia de acentos, meu teclado ficou maluco, kkkk.

lis disse...

Oi AnaPaula
Voltei para te dizer que peguei emprestado uma foto sua para compor meu mosaico de amigos que me ajudam a festejar o aniversário do blog,
espero que goste,
beijinhos e obrigada

imacbyarts disse...

Bom dia Ana Paula!
Como sempre muito bom te ler... Ainda existe muitas pessoas bondosos!
Um garoto abraço e uma linda semana.

Fiquei feliz em te encontrar lá no blog! Grata!

Cristiane Marino disse...

Ana Paula, que frase maravilhosa abre este post, que também é ótimo!
As notícias ruins ganham muito destaque e ficamos com a impressão de que vivemos num mar de negatividade, mas há muito amor no mundo e precisamos mostrá-lo.
Bjs e ótima semana

Pérola disse...

E são estas coisas que dão valor à Blogosfera.

Uma reportagem a reler.

Beijinhos