domingo, 25 de janeiro de 2015

Ginasial

Ela quer acelerar as horas para que não se demore o amanhã.
Eu, para alcança-la, peço ao tempo que corra de marcha à ré.
Nosso encontro se dá entre nomes, nomenclaturas, denominações diferentes.
Amanhã cedo, minha filha inicia o ensino fundamental II; em alguma manhã do passado eu fui para o ginásio.
Quinta série, sexto ano. Numerais diferentes para épocas diferentes e uma certeza: mãe e filha com a mesma emoção!
Uma das marcas, que não se sabe de onde saiu, quem inventou e isso não importa, era levar os cadernos universitários no braço, à frente do corpo.
Ah! Para trás, eu e minha geração, deixávamos os caderninhos brochuras encapados com esmero pela mãe com plástico xadrez. Minha menina levará nos braços, à frente do corpo um fichário.
Ela põe e tira lápis, caneta, estojo da mochila. Eu fazia o mesmo.
Eu rolei na cama com o sono que não vinha e ela já avisou que está tão ansiosa que vai demorar a dormir.
Não usará meias 3/4, mas serão brancas suas meias.
Talvez sinta como eu que não é mais uma criancinha do primário.
A cada professor ou professora que entrar na sala no primeiro dia de aula, seu coração vai disparar. Aconteceu com o meu.
Algo mágico acontecerá dentro de sua cabecinha a cada sinal soado do lado de fora. Troca o professor? Ou será uma aula "dobradinha"?
Justamente o mais chato tem aulas todos os dias? E aquela super legal só uma vez na semana?

Muitas vezes eu me pego dizendo "no meu tempo era tão melhor", só que olhando naqueles grandes olhos negros, tudo acontece igual, igualzinho!
A diferença é que eu cheguei em casa e anotei tudo numa agenda-diário e devo ter desenhado flores com canetinha na borda da folha. Ela chegará e usará alguma plataforma digital para registrar que é uma ginasial. E não é que rimou?!



Júlia, minha filha, desejo que seja especial essa nova etapa em tua vida!

16 comentários:

✿ chica disse...

Ana,é arrepiante e emocionante acompanhar avida e seu ritmo. E,passei isso com os 4 filhos e agora ,com os netos,em especial o Neno que está comigo sempre.

Desejo a maior sorte nesse nov o período da vida da querida Juju em sua escola nova, amigos novos, tudo mais. Podes crer que o coração acelerará amanhã!Boa sorte às duas!

bjs praianos,chica

Pra Neno as aulas recomeçam dia 18 fevereiro!

Dra. Cristiane Marino disse...

Oi Ana Paula, que emoção! Que bom que sua filha gosta de estudar...
Meu filho vai iniciar o ensino médio e também está muito empolgado, também revivi meus dias de colégio e curti muito fazer a compra do material e da imensa lista de livros (quinze!) das diversas matérias.
Ele está se sentindo um adulto com todas as mudanças...
Que nossos filhos sejam felizes nessa nova etapa!

Obrigada pela visita e pelo carinho, na próxima semana o blog volta à ativa. Já visitei o link que você me indicou e adorei! Tem tudo a ver com meu trabalho no consultório e nos grupos.
Bjs

Clara Lucia disse...

Parece uma mudança radical na vida, passando de criança para adolescente.
Me lembro também que me sentia tão importante, com um caderno espiral com 10 matérias... Me senti poderosa demais... bons tempos!
Que sua filha tenha bons momentos, assim como nós temos, pra contar pra quem quiser ouvir. Boa sorte a ela!
Beijos

thalento arnônimo disse...

Boa sorte!

Pandora disse...

Eita como o tempo passa rápido! Daqui a uma semana recomeça minha odisseia com os sextos e sétimos anos... Eu, no final das contas, não desistir da docência e sei que vou lembrar da Julia esse ano... na escola que eu trabalho tem muitas meninas que leem Paula Pimenta, sempre que eu vejo elas com os livros me lembro da Julia que começou a lê-los tão precocemente.... Boa sorte para ela!!!

Nadine Pinto | Fotografia disse...

Oh, emocionei-me! Filhos são Tudo.
Não acredito na sorte, prefiro desejar que Deus abençoe ricamente essa nova fase da vida da Júlia.
Beijinhos, em especial para ela.

Moro em um Kinder Ovo disse...

Que bom ter você de volta. De vez em quando passava por aqui e um aviso de "estamos de mudança". Já li por aí que temos muitas novidades a este respeito e acredito que emocionantes como a ida da filhota para o ginasial. Conta tudinho para mim? Uma linda e abençoada semana para você.

Ana Bailune disse...

Bom dia!
Tomara que ela aprenda muitas coisas bacanas, descubra a sua vocação e tenha muitos momentos legais para lembrar mais tarde!

Poesia do Bem disse...

Que Deus abençoe este novo caminhar de tua filha. A gente que é mãe quer percorrer com elas os passos, ao ver que já voam só, mesmo que sob o nosso olhar. Deus ajude as crianças e adolescentes com sabedoria de luz. tem mais novidade no poesia, bjs

Tina Bau Couto disse...

Minhas sintonia com suas lembranças, achares, comparares, sentires...

Meu carinho e bons desejo a Ju

Santa Cruz disse...

Ana: Amei ler são coisas da vida amiga, só tenho dois filhos e um neto, mas mesmo assim adoro te-los em casa e o neto é o meu belo príncipe.
Beijos
Santa Cruz

Beth/Lilás disse...

Ana querida,
Você deveria ter escrito este texto como um poema, está lindo, fiquei apaixonada pela forma que você conduziu a narrativa e me fez voltar aos meus tempos de ginásio. Que maravilha!
Obrigada por ter despertado este tempo tão bom!
Que sua filhota seja muito feliz em sua nova etapa escolar!
E, parabéns, mais uma vez!
beijos cariocas


Rita Sperchi disse...

Muito bom expressar o que sente, muitos passam por esses problemas, mas mães superam tudo né amiga, parabéns a sua filhota querida

Abraços com carinho!

└──●► *Rita!!

Janaína de Souza Roberto disse...

Ah, que delícia de texto. Lembrei da época do meu ensino fundamental e médio... Bons tempos! Hoje voltei pra mesma escola, mas como professora. É tão diferente... Olho para os meus alunos e me vejo em muitos deles.
Que a Júlia aproveite esse momento e viva-o intensamente.

Beijocas,
Blog | Youtube | Instagram

Amara Mourige disse...

Que texto lindo me trás boas recordações!
Felicidades a Julia nessa nova etapa!
Beijos
Amara

Graziela disse...

Que delícia de texto.
Me fez voltar no tempo e lembrar da minha ansiedade quando comecei o ginásio. Que medo crescer e ficar grande. Mas que delícia também participar de tudo aquilo.
Desejo tudo de bom para a Ju e para você. Que ela aproveite cada momento e quando as dificuldades aparecerem, o colo da mãe esteja disponíveis para ela se recompor.
Abraços.
Grá