domingo, 9 de agosto de 2015

Ser grato


 - Primeira coisa que eu notei no meu dia é que eu tive uma boa noite de sono
 - Acordar e ver meu pai, minha mãe, minha família ali comigo
 - Eu ter acordado, porque eu nunca sei se vou acordar de novo
 - Eu poder ter a minha água para poder lavar o meu rosto, me espreguiçar e despertar porque tem muita gente que não tem isso
 - Meu café da manhã. Eu acordo com muita fome e eu considero uma das coisas mais importantes que eu tenho; simplesmente o fato de eu poder comer que é poder ter condições de comprar comida e ter saúde para poder comer
 - Agradeci porque é um dia que eu posso ficar livre, não preciso ir para a escola, posso descansar.
 - Foi levar o lixo e é importante para que a casa não fique cheirando ruim.
 - Quando levei o lixo, encontrei com um amigo e fomos jogar bola.

Foi uma grata surpresa ouvir de meu filho essas respostas, em tom cadenciado, entusiasmado, sem esforço.
Tudo começou assim - eu estava lendo uma revista, onde havia a seguinte sugestão:

"Uma vez por dia, traga à sua mente dez coisas pelas quais é grato, contando-as nos dedos. É importante chegar a dez, mesmo que a contagem fique mais difícil após três ou quatro! É justamente para isso que serve o exercício: trazer à consciência os pequenos elementos, que costumavam passar despercebidos no dia a dia". Mark Williams

Chamei meu filho assim que li e obtive um adolescente "ah mãe, eu tô assistindo um programa...'
Nem insisti e continuei lendo quando o menino aproximou-me com postura de preguiça e má vontade, mas, assim que lhe fiz o pedido, ele arrumou a postura e imediatamente começou a falar com um ritmo entusiasmado na voz e no olhar. Parou um pouquinho após a quinta colocação e prosseguiu num tomando outro fôlego.
Eu lhe dei os parabéns porque não esperava a colaboração e fiquei mais surpresa ainda com as respostas! E acrescentei que ele havia se saído muito bem porque ainda era metade do dia; ele teria ainda outra metade com mais coisas pelas quais poderia sentir gratidão.
Depois, ele pediu que eu explicasse para que servia aquilo e disse que queria repetir o exercício à noite comigo e ele listaria quinze coisas, repetindo algumas da primeira vez.

A matéria da revista tratava do livro Atenção Plena, o qual não li, apenas ouvi falar, porém fiz uma imediata relação com os nossos blogues.

"Uma prática de gratidão traz à mente as ( por vezes minúsculas ) coisas pelas quais podemos ser gratos. E restaura um equilíbrio importante para a nossa mente".

Já participei várias vezes aqui no blog de postagens fotográficas com dez fotos do seu dia, mais recente tenho visto o mesmo projeto com seis, as blogagens coletivas que eu e a Tina temos organizado no primeiro sábado de cada mês*, as listas de coisas que te fazem bem e em sua maioria, as próprias postagens do dia a dia, faz com que olhemos para o melhor de nossos dias, de nossas vidas.
Vejo muita gente resmungando que o mundo virtual é falso, é tudo lindo.
Claro que não é assim. Um pouco apenas de maturidade e vivência mostra que a vida tem lá seus dias ruins, e escrevemos também sobre eles. Desabafamos, resmungamos também, mas na maior parte do tempo a gente procura essas minúsculas coisas que fazem bem para acalentar um pouco as dificuldades, as notícias ruins que a todo momento nos chegam.

Fica a sugestão da prática de gratidão, que muitos já fazem de maneira espiritual, religiosa, que seja de que forma for, só nos faz bem. Vamos olhar as grandes e minúsculas coisas que sempre nos rodeiam!

*Primeiro sábado de setembro, dia 5, que será emenda do feriado da Indepedência do Brasil, a blogagem terá como tema: uma foto sua da infância! Revire os baús, os albúns, os disquetes, os pcs, enfim, deixa programado e participa que só vai fazer bem! E eu já tô cheia de curiosidade para ver o pessoal na sua fase criança!

11 comentários:

✿ chica disse...

Ana Paula, como sempre Bernardo se saindo muito bem e ,mesmo meio contrariado à princípio, fez e mostrou bem sua parte e coração!Adorei! Lindo post! Estava com Neno assistinso futebol com o vovô e resolvi perguintar pra ele; Olha as respostas:

1- ter escola,
2- ter casa
3- ter livros
4 - ter vovô e vovó que o cuidam e ajudam
5 - Cuca
6 - ser saudável
7 - família
8 - Possibilidade de ter tudo o que precisa pra viver
9- não ter muitos problemas
10- por viver

Legais ,né? Adorei esse exercício deles! Valeu! bjs, chica e linda semana( a minha foto da infância já está prontinha e programada!!)

Dra. Cristiane Marino - Mulheres em Círculo disse...

Oi Ana Paula,

Puxa, seus filhos são mesmo especiais...
Também li a matéria, é muito boa mesmo.
A gratidão é uma das mais poderosas forças de cura que existem.
Bjs

Majoli disse...

Oi Ana Paula, adorei as respostas do Bernardo, e legal ele querer repetir aumentando a quantidade de agradecimentos.
Deu vontade de enumerar meus dez agradecimentos desse momento:
1- Poder estar aqui te lendo
2- Ter tido a visita de meu filho mais velho, junto da namorida...rs...dormindo aqui de ontem para hoje
3- Não ter deixado faltar o alimento pros meus filhos nesses quase onze anos de mamai (mistura de mamãe e papai)
4- Ter o meu trabalho
5- Ter saído da fase forte de depressão e síndrome de pânico
6- A saúde de meus filhos
7- Por poder olhar o pôr-do-sol da janela
8- Por poder cantar
9- Por poder sorrir
10- Por poder chorar

Gostei do tema proposto, tomara eu venha participar.
Tenha uma deliciosa semana.
Meu carinho e um beijo.

Poesia do Bem disse...

Um coração grato agrada a Deus. Estamos d eluto, postei no blog, bjs

Mi F. Colmán disse...

Oi Ana!
Depois do "trauma" que venho sofrendo com um simples post opinativo sobre o tal do Grabovoi lá, fiquei meio com aversão de coisas ligadas à Lei da Atração. Li dois livros da autora de O Segredo, o já citado e também A Magia que lista exatamente isso das dez coisas que devemos ser gratos todos os dias. Este livro, apesar de fantasioso, achei útil. O Budismo nos ensina a gratidão, Jesus nos ensinou a gratidão, acho a gratidão muito importante.
O que não suporto são pessoas que pregam a gratidão e depois vão ameaçar outras. Como pode ver, eu me sinto muito chateada por ter me tornado a "Garota Grabovoi" como diz minha mãe, ver que 80% das visualizações do meu blog é deste post que nem era para ser polêmico e sim um post como qualquer outro, que passaria batido em minha ilusão e que parece ter se tornado a proposta do Rivotril com Coca-Cola quando de longe o é! Mas continuo recebendo frequentemente posts ofensivos, coisa que deixo claro no formulário de comentários que não iria publicar. Mas como procuram ofender só a mim, fico de boa e respondo com o máximo de educação que posso. Acho que isso me ajuda a exercer o autocontrole. Outra pessoa teria mandado tais pessoas para um certo lugar... rsrsrs.
Mas é isso minha amiga, não está fácil para ninguém e desculpa ter saído um pouco da proposta do post, é que gratidão tem muita ligação com a tal da "Lei" e foi inevitável não fazer um desabafo aqui.
Mas acho super válido e inclusive eu tenho um caderno para anotar por todas as coisas as quais sou grata, para reler quando sinto a vida pesando. E graças a Deus, tenho muito mais a agradecer do que a pedir.
Beijos e uma ótima semana para ti.

Rivotril com Coca-Cola

Mi F. Colmán disse...

Uma correção básica: comentários ofensivos e não "posts" rs.

Clara Lucia disse...

Agradecer é um hábito que temos que insistir em ter todos os dias. Agradeça por tudo, coisas boas e ruins... São nas ruins que temos algum aprendizado e crescimento. Coisas simples que passam despercebidas, pessoas que estão o tempo todo ao nosso lado e amanhã poderiam não mais estar...
Tão bom agradecer!
Uma ótima semana pra vc! Beijos

Tina Bau Couto disse...

Eu creio e sempre digo que gratidão é uma forma de oração
E a proposta é muito boa, do tipo simples que promove reflexões e mudanças de olhar, de comportamentos, de processamento das coisas
As respostas de Bernardo me deram vontade de um longo papo, estando com Neno e Gui também senti essa vontade, de papear com Bernardo
Lista de dez coisas que hj agradeço
1 Conhecer vcs
2 Enxergar
3 Saber ler e escrever
4 Ter o que comer
5 Morar em um lugar que não sofre com com enchentes, terremotos, guerras
6 Ter amigos
7 Ter podido conviver com meus avós e pais
8 Ter condições de ter coisas supérfluas na dispensa e nos armários
9 Não ter nenhuma doença grave
10 Ter liberdade religiosa em nosso país

Carmem Grinheiro disse...

Bonita a participação do seu filho e, mais ainda, o verdadeiro interesse no tema, querendo ainda repetir =)
Sempre gostei de fazer esse exercício com as filhas, porque é uma maneira prática de lhes incutir a valorização da vida e de suas dádivas, assim como ajuda a contrabalançar as coisas menos boas, como você cita: "restaura um equilíbro importante para nossa mente".
bj amg

lis disse...

Agradecer é mais importante que pedir e incentivar isso nas crianças é muito eficaz.
Boas participações também por aqui , dos amigos.
Destaco nas respostas a liberdade de ir e vir executando os trabalhos cotidianos e o simples levantar pela manhã.
Bela postagem, Ana
meus abraços

Juliara Rodrigues disse...

Blog cheio de palavras lindas!