terça-feira, 1 de maio de 2012

Na janela


Poderia estar ali para que o sol evaporasse suas boas palavras escritas e as nuvens as chovesse sobre os telhados que seriam lavados com abraços, risos, fé, traquinagem de criança.
Poderia estar ali para que o vento carregasse a melodia de suas folhas e sussurrasse baixinho para as pessoas dançarem, por breve que fosse.
Poderia refletir lá na lua o amor enamorado, o amor apaixonado e a lua enlaçaria com seus fios cor de prata os que à  procura estão de um grande amor.


Tão somente ali está porque cheira a guardado de muitas décadas e faz espirrar o mais intrépido dos narizes, impossibilitando a leitura de uma frase sequer!
Ali ficará até que se desprenda os odores do tempo que viram nas páginas amareladas lugar ideal para um ninho.
Que venha o sol. Janelas abertas para recebê-lo.



Dei uma escapadinha para Curitiba estes dias. Com chuva e frio, delicioso mesmo assim!
De volta, com chuva e um pouco menos de frio. Hoje o sol, tímido, voltou a visitar o meu livro na janela e eu devargazinho vou voltando a visitar os amigos queridos.
Bom ler, bom compartilhar com vocês!
Abraços.

13 comentários:

✿ chica disse...

O sol faz milagres e leva consigo qualquer odor do tempo!!Linda janela e que bom passeaste por lá! Curitiba é linda. Pena não foste conhecer a Maria Luiza e IsaMar! beijos,chica

Marly Bastos disse...

O sol desopila qualquer coisa quando entra pela janela(de todas as coisa). Que venha o sol para tirar o mofo e o amarelado das coisas. Sol é vida.
Beijokas doces e bem vinda de volta!

disse...

Texto tão gostoso quanto um solzinho na cama nessas manhãs de frio. Beijo

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Ana Paula, é muito bom ler "você". Tem um modo todo especial, com bastante sensibilidade para explicar o carinho da purificação do "mofo" . Genial esse seu texto.

He, he, he! O frio de Curitiba é bem saudável, mas fica "grudado" nos ossos da gente, não é? Mas vale a pena. A cidade é linda e o curitibano muito hospitaleiro.
Beijo
Manoel.

Imac by Artes disse...

Amo ler seus posts!
Que venha o sol iluminando tudo e nos aquecendo com seu calor.
Abraços! Boa noite e lindo amanhã pra ti.

Carla Mãe da Maria Clara disse...

Bom também ter você por aqui e poder ler coisas lindas assim.. a parte do "Voltando pra casa" poderia ser até letra de música... ficou tão carinhoso a parte de compartilhar com os amigos também !! Bjs pra vcs ai!!

lis disse...

Nada mais delicioso do que o sol entrando pela janela principalmente quando é de outono, mais ameno .
Bonita crônica Ana Paula
Coincidentemente faz um friozinho por aqui também.Que perdure porque o calor só é mais aceitável no verão quando estamos propensos a sair mais de casa.
Um abraço e bons dias de volta à realidade depois do feriado grande.

Tina disse...

Que venha o sol e os amigos!

Ivani disse...

Que delicia de postagem, tão cheia de calor e promessas.
Tem razão, precisa bater o sol nas coisas amareladas e cheirando a mofo.
E não só nos livros ou outros objetos.
Nas almas também, é necessário um sol de outono para secar a umidade, trazer calor.
Bom te ver de volta, já estava com saudade.
Beijos querida.

Carolina Lima disse...

Ana Paula,
seus textos fazem surgir raios solares dentro de nós!

Que o sol possa sempre nos aquecer e iluminar. E que nossas janelas estejam sempre abertas para recebê-lo.

Hoje o meu dia iniciou com o sol forte aquecendo o vento frio: um colega de trabalho trouxe 15 livros para a biblioteca. Tem alegria maior que essa?

Beijinhos :**
Carol
www.umblogsimples.com

mfc disse...

O sol a entrar como se de um convidado se tratasse!!
E veio iluminar a leitura atenta... aquela que nos faz sempre muito boa companhia!
Que bonito... e muitos beijinhos!

Laiz disse...

Veio pro nosso friozinho é??? Quando vier novamente nos avise e marcamos um café bem gostoso!!!! BJCASSSSS

Sandes disse...

Você consegue tirar poesia do prosaico e isso é um dom. Adoro os seus escirtos, pois sempre me emociono com eles. Beijo!