terça-feira, 1 de julho de 2014

O fim anunciado

30 de setembro de 2014.
Essa é a data para o fim da rede social criada por Orkut Büyükkökten aqui no Brasil.
Lembro-me da primeira vez que ouvi "Você tem orkut?"
Eu não fazia ideia do que era. Não conseguia sequer imaginar. Achei o nome bonito, arredondado, mas na época eu estava comprando nosso primeiro computador de mesa e foi o moço que veio instalar todos os programas anti-vírus que fez para mim o tal orkut.
Só vim a saber hoje que a rede leva(va) o nome do seu criador. Jamais imaginaria que Orkut é nome próprio.
Em sabendo do fechamento, fui até lá e quanta surpresa!
Eu tinha 11 amigos no orkut e participava de 11 comunidades.
Aproveitei e resgatei um vídeo dos meus quatro publicados e trouxe também uma foto da época para combinar com o vídeo e disse adeus.
Foi um tempo bom. Eu era assídua a uma comunidade e a coisa funcionava assim: quando eu tinha alguma colocação ou pergunta, escrevia pela manhã e passava o dia tranquila, afinal a resposta só viria à noite, quando as pessoas voltariam para casa e ligariam seus PCs.
Poucos ousavam acessar do trabalho e celular naquela época era para fazer ligações. Era fácil acompanhar as atualizações. Claro que haviam os "noturnos" que ficavam até a madrugada, mas tudo bem; no dia seguinte rapidamente eu me atualizava.

Algumas curiosidades: a maior comunidade brasileira é "Eu amo minha mãe" com 4 milhões de orkuteiros. ( Confessa que você fez parte, vai! ). novos perfis não poderão ser criados e 6 milhões de pessoas usavam a rede mensalmente em 2013.

A foto que eu trouxe é de uma festa no bairro japonês aqui de São Paulo, a Liberdade.
E o vídeo, para não destoar é do maior aquário do Japão.

Se você tem mais do onze amigos e quatro vídeos e é muito apegado, não se preocupe: é possível transferir tudo para o google+. 





11 comentários:

✿ chica disse...

Que belo resgate fizeste por lá! E eram bem diferentes as coisas? No fim do dia as respostas? Hoje é na hora,rs beijos,tudo de bomchica

Poesia do Bem disse...

Oh my God eu tenho mais d emil fotos lá, muitos vídeos , muitos amigos, mas nem a senah lembro mais, creio ter fotos lá que nem tenho mais no pc. Foi um tempo bom e fiz muitas amizades virtuais.

Calu B. disse...

Menina,
também estive por lá e era mesmo assim, sem correrias, sem tique-taque e a gente contava coisas, sabia de outras levando tudo num fluxo tranquilo.
Adorei o resgate!
Bjkas,
Calu

Cristiane Marino disse...

Oi Ana Paula, eu nunca tive Orkut! E nem tenho facebook…
Só comecei a ficar mais conectada por causa do blog, é o máximo que consigo gerenciar. Não consigo abrir mão de fazer coisas que gosto como pintar, fazer artesanato, tocar piano, passear com minha cachorra ou ler…para ficar na internet.
Bjs

Moro em um Kinder Ovo disse...

Preciso ir lá visitar a minha casinha. Deve estar empoeirada, e nem vale a pena fazer uma manutenção uma vez que será derrubada. Vou receber alguma coisa pela desapropriação???

thalento arnônimo disse...

Você já percebeu que Orkut é um anagrama da nacionalidade do criador dessa rede social?

Ana Bailune disse...

Bom dia!
Tive orkut por pouco tempo, já no finalzinho quando surgiu o Face e ele se transformou em uma cidade fantasma...

Filha de José disse...

Tenho muitas recordações do orkut.
Que lindo seus pequenos aí.
Rs.

Abraço

Anavi

Tina Bau Couto disse...

Tive perfil lá e ñ lembro mto das comunidades, de qts eu seguia e nem qtos me seguiam.
Lembro que criei uma comunidade da escola onde estudei e muitas histórias foram contadas, contatos feitos entre afetos e desafetos, encontros presenciais marcados e fotografados e depois de tomar corpo a curiosidade e fofocas sai a francesa
Adorei a foto, Bernardo novinho o cabelo curtinho de Ju, os enfeites pendurados a dica de poder passar tdma para o G+ e o mais além do que vc trouxe e disse :)

*Acessei do celular e ñ apareceu nenhum link p vídeo :(

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

quando li esta noticia do fim do Orkut, eu até assustei, achava que já tinha sido extinto a séculos, nunca mais acessei minha conta nem lembro a senha srsrr Bjosss

Pandora disse...

Foi o orkut que me mostrou que eu não era a única pessoa que plantou feijão no algodão, tinha ganas de guardar os amigos em potinhos, tinha um salário que sabia exatamente como da tchal, ama profundamente Terry Pratcheet... Sei lá, foi lá que eu descobri que havia um universo de pessoas espalhadas pelo mundo com gostos semelhantes aos meus e essa era a graça das comunidades... Foi lá que fiz meus primeiros albuns de fotos também... Era um tempo bom, menos agonia virtual, o tempo da net era mais lento, agora tudo é muito rápido, frenético e invasivo para o bem e para o mal também.

Faz tempo que transferir meus álbuns para o G+ com mil filtros de segurança inclusive, porque sinceramente, já se foi o tempo que eu fazia de alguma rede social álbum de fotos.