segunda-feira, 7 de julho de 2014

27/52


Ao lado, cinco gigantes de concreto que cospem poeira.
Acima, o céu que insiste em não chover na seca histórica na cidade de São Paulo.
Cientistas se dividem quanto ao aquecimento global. Uns defendem que o aquecimento global não existe. Outros se compadeceriam ao olhar para a planta.

10 comentários:

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Coitada das plantinhas em meio a esta selva de pedra Bjosss

✿ chica disse...

Até elas sofrem! beijos,linda semana,chica

Calu B. disse...

Dá uma enorme pena vermos a secura que castiga a todos.Estes descompassos do clima estão por todo lado piscando alerta-vermelho.Ô tempos...
Bjkas, Ana.
Calu

Poesia do Bem disse...

Por aqui a gente vê verdadeiro milagre d eplantas totalmente secas parecendo mortas em meio a Caatinga e com um chuvisco se abrem enverdejam. Bjs

Pandora disse...

As plantas de São Paulo são verdadeiras heroínas, campeãs em resistência. Ainda me pergunto como elas sobrevivem a tanta poeira!!!

Tina Bau Couto disse...

Brava!
Verde esperança!

Que São Pedro e Iansã não façam chover até inundar onde a água está a castigar e mandem água para o sertão e para as cidades grandes, Amém! Oxalá! \o/

Graziela disse...

Que linda e seu olhar com poesia encanta cada vez mais.
Parabens!
Abracos
Gra'

Cristiane Marino disse...

Ai Ana Paula, de cortar o coração…
Bjs

mfc disse...

Eu acho que existe mesmo... só não existe para quem não quer ver!
Beijinhos.

Nadine Pinto | Fotografia disse...

Um pedacinho de verde esperança no meio de uma grande tristeza! Venha a chuva!