sexta-feira, 1 de março de 2013

Três momentos

Júlia resolvendo uma situação embaraçosa na escola:
"Mãe, eu falei pra minhas amigas, agora chega disto. Todos nós temos nossas qualidades e desqualidades".
( Adoro até as desqualidades da minha filha! Desqualidade sempre dá para melhorar! )

Bernardo:
"Mãe a diretora disse para mim que comprou todo equipamento e já está montado o estúdio de rádio do colégio e ela quer que eu faça parte".
"Que coisa boa"- eu respondo.
"Sabe mãe eu na verdade não queria"
"Por que?"
"É que minha voz não é tão engrossada igual a dos meninos maiores da minha sala".
( E precisa ter voz engrossada para falar no rádio? )

Mãe em momento de oração:
"São Longuinho, não, não, por favor não saia correndo para se esconder de mim. Não vou te pedir para ajudar a achar nada hoje.
Sei que está cansado, exausto por nossa causa e eu te compreendo. Compreenda também as crianças só mais um pouquinho; elas logo crescem. Amém.




13 comentários:

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Ana Paula, que gostoso ler sua postagem. Essas coisas do dia a dia são tão edificantes... e tem gente procurando tumultuar a respeito de crises economicas para tirar nossas vistas destas ocorrências familiares tão boas de se viver, não é mesmo?
Beijo
Manoel

Tina Bau Couto disse...

Para não engrossar a lista de pedidos de São Longuinho, recomendo a Nossa Senhora da bicicleta sem freio ou Nossa Senhora achada, que é como meu filho chamou um dia Nossa Senhora Aparecida e fazer aparecer coisas pode ter tudo a ver com ela e ninguém tenta.

Locutor não precisa de voz grossa penso eu, tem que ter voz melodiosa, encantadora e além das características especificas, os nomes são tudo as vezes. Qual o nome do locutor:
Bernardo.
TUDO a ver.

Sobre a palavra inusitada da Julia, está prontamente adicionada ao meu dicionário.
Vale uma reflexão léxica inclusive, a palavra desqualidades, tem tudo a ver com desqualificar, todo um mesmo contexto, sentido, som..
Defeituar, já pensou? Já basta defeito que não tem o efeito e som doce que desqualidaes tem, afinal já se é uma desqualidade, pra que nome feio.

Rovênia disse...

Muito bom, Ana Paula. Sei bem como é e preciso aprender essa oração aí. Depois passe lá no meu blog. As minhas filhotas também aprontaram. Beijo grande :)

Pattr!cia disse...

Ai que fofo... adorei desqualidades!

Bêjo

Kellen Bittencourt disse...

A neimmm que linda Ana, vc tem que anotar essas palavras que ela fala, não sei se vc é boa de memória mas eu não sou, minhas filhas falavam muitas palavras engraçadas, mas eu esqueci todas, hj elas me perguntam e eu não lembro, anota p não esquecer rsrs Bjoooos

Paola disse...

que fofura Ana! Que filhos mais queridos! Bjs Lola
http://lelivredecroquis.blogspot.com.br/

Alê Biet disse...

Ai como dei risada!
Isso é família! Tudo de bom!
São essas coisas inesperadas que fazem os nossos dias Felizes!
Eles são de mais!

*Minha Poesia de lombada está pronta. Rsrsrs

Beijos!

✿ chica disse...

Muito legal... Cada um com uma boa e adorei ver o lugar onde estava o controle...( ou celular?) Só São Longuinho.... beijos,chica

manofernandes disse...

Tina, voltei aqui só para ver seu comentário e fiquei feliz pela nova palavra para o dicionário.
Valeu!

Anne Lieri disse...

KKK..Oi Ana Paula!Essa tirada da Julia dá uma bela historinha!...rss...e ela tem razão!As pessoas tem qualidades e desiqualidades!...rss...e o Bernardo tb me fez rachar de rir!Vc nem precisa sair de casa pra se divertir com esses dois!bjs e bom fim de semana!

Marcilane Santos disse...

Muito bons os momentos viu. Ri muito aqui!
Desqualidades eu acho que Júlia tem poucas viu, travessura por exemplo não pode ser uma desqualidade!

E quem já viu, locutor precisar ter voz engrossada? Só precisa ter criatividade e bom-humor. Uma voz engraçada também é legal!

Depois do episódio do lixo no sapato, houve o episódio do controle na bota né? Esses meninos são mesmo demais! Seria esse um novo porta controle remoto? Rsrsrs.

(Que criatividade né Tina, Nossa Senhora achada! Rsrsrs Mas faz sentido!)


Beijos nessa família linda!
Bom final de semana.
;)

Moro em um Kinder Ovo disse...

Por aqui nós pedimos ajuda à "Mulher com a cuia na cabeça", personagem folclórico da terra do meu marido. Um dia vou pesquisar melhor a sua história e publico no Kinder ovo. Adorei as novas palavras dos seus filhos e vou incorporar também as palavras da Tona

Ana Virgínia disse...

Assim como a Tina, incluí "desqualidades" em meu dicionário.

Que lindo o moço que percebe que sua voz não é grossa. Embora eu também acho que não é necessário isso para ser locutor.

Um dia aprenderão que o tempo resolve isso...

Bjo

Anavi
filhadejose.blogspot.com