sexta-feira, 19 de julho de 2013

Meios de comunicar

Você, assim como eu, fala ao celular? Usa o celular para falar, fazer ligações?
Que absurdo.
Pois saiba que nós somos ultrapassados, praticamente somos considerados pré-históricos.
Onde já se viu usar celular para falar...

Eu não estou brincando. Eu também achava que celular servia para falar!
Uma matéria recente tinha como chamada a seguinte frase "Brasileiros são os que mais usam celular para falar".
E eu fiquei ali pensando, ué, e não é para falar?

Ah! Você é descolado e não usa celular para falar. Você se comunica usando WhatsApp, Vibe, Snapchat e escreve, manda mensagens.
Pois saiba que você também está ultrapassado.

Vamos por partes.
Eu que jurei que não teria um celular, afinal para que eu ia permitir que me encontrassem em todo lugar?
Já não consigo sair de casa sem ele.
Participei de inúmeras promoções do tipo recarregue e ganhe 50 mensagens de texto e atualmente percebi que essas promoções e publicidades estão em baixa.
Com a modernização dos aparelhos móveis, os smartphones, o uso da internet se popularizou e as pessoas estão deixando de falar para escrever na hora da comunicação.

Sobre a pesquisa em questão, de que ainda falamos muito ao celular, vieram duas questões à tona, que eu achei bem interessantes para se refletir.
Por que falamos tanto ao celular?
Temos aí duas respostas. A internet que é ruim, lenta, falha e sobretudo cara.
E falamos muito porque a péssima escolarização não incentiva a escrita ( ? ).
Nunca tinha pensado sobre este ângulo, mas é uma possibilidade...

E já está na "moda" uma nova maneira de se comunicar.
Esqueça o longo post de 140 caracteres no Twitter.
Estamos nos aproximando do dia em que tudo será dito por imagens.

"A turma da vanguarda está descobrindo que se comunicar com uma simples imagem, quer seja uma foto do vai haver para o jantar ou uma imagem de uma placa de rua indicando ao amigo 'ei, estou esperando por você aqui' é mais fácil do que se dar ao trabalho de usar palavras" ( New York Times para Folha de S. Paulo 16/07/2013 ).

Esse é um momento divisor de águas. Estamos nos afastando da fotografia como maneira de registrar e de armazenar um momento passado e convertendo-a em um meio de comunicação.

O que você acha dessa "vanguarda"? Só uma imagem basta? Para que palavras?
Acho que nós blogueiros, ainda os amantes da fotografia, sempre temos palavras, gostamos de nos comunicar assim, senão não teríamos um blog?
Mas o que você acha disso tudo? Estamos chegando a isso, só imagens?

Aqui na roça, apesar de ter chegado sinal de internet, tem um meio de comunicar inusitado.
Fogos! Quando precisa chamar um filho que mora lá pras ribas, sai no terreiro e solta um "fogos". Em cinco ou dez minutos aparece o filho!

15 comentários:

Rovênia disse...

Não sei onde vamos parar em meio a esse boom de inovações tecnológicas. Às vezes, fica difícil até acompanhar. WhatsApp? Vc liga e não consegue falar, mas é só passar a mensagem que a pessoa responde na hora... E quem não tem ou não sabe o que é? É o próprio ser da caverna. Se pudesse ficava também no meio do mato. Queria aprender a fazer fogueira para me comunicar por fumaça.

* Ah, o poeta que é daí, de Passoas, é o Alexandre Marino. Ele acabou de lançar mais um livro: Exília, da Dobra Editora. Custa R$ 30. Ainda não li, embora já tenha encomendado, mas conheço os poemas dele. Vale a pena! Bom fim de semana com os pimpolhos e aproveita o paraíso longe dessa tecnologia confusa!:)

Moro em um Kinder Ovo disse...

O meu celular, geralmente, só recebe chamadas. E eu o uso para chamar as tias que moram longe, para matar a saudade. E SMS para me comunicar com a funcionária surda. Como a minha conta de telefone era sempre astronômica a única promoção que me interessa é a que "fale de graça com qualquer fixo do país". E então o meu telefone não tira foto, não acessa internet, não filma, nem sei onde ficam os joguinhos. Não precisa destas modernidades, não. Aliás, baixou agora uma saudade do velho telefone preto, com um disco e seus números e uma sensação incrível de, após discar todos os números, ver uma ligação ser completada. E todos estes modismos, novas formas de comunicação servem apenas para um único fim: temos a necessidade de escrever a nossa história, deixar aqui os sinais de nossa passagem.

#*Marly Bastos*# disse...

Então Ana, esses dias conversando com amigos eles usavam termos que eu nem sei o que é para meios do comunicação e sinceramente não me seduziram nenhum. Ainda prefiro usar o celular pra falar e dar uma checada nos emails e mais nada, mesmo assim ainda resisto ao entrar na internet pq vai embora rapidinho a bateria rsrsrsrs.
Sabe que nunca tinha pensado por esse ângulo mais o fato de sermos um povo menos letrados, facilita a comunicação oral via celular. Gostei dessa análise.
bjkas docese bom fim de semana.

Calu disse...

A velocidade das mudanças de paradigmas é enorme, Ana.Como vi grande parte delas e constatei que o novo, se apropria do antigo numa roupagem diferenciada, acho que as imagens serão cada vez mais veiculadas como mensagens mudas,porém só para comunicações rápidas.A palavra escrita e a falada são símbolos de expressão humana e não serão excluídas como fonte de comunicação.Irão conviver lado a lado com todas estas inovações midiáticas.

Gostei do bate-papo.
Bjo grande,
Calu

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Oi Ana!

Eu falo demais ao celular. Ligo quase que diariamente para minha mãe, semanalmente para meu irmão e troco mensagens durante o dia com meu marido. Nao conseguiria me comunicar apenas usa do imagem. Gosto de ouvir a voz. O tom da voz pra mim é super importante.

Outros meios de comunicação que o celular oferece eu não uso.
Beijos!

Selma

Suzy Rhoden disse...

Oi Ana, interessante analisar a rapidez com que tudo muda, de um mês para o outro saltamos do status de ultra modernos para desatualizados e ultrapassados! Quanto a mim, 'desliguei' dessas coisas faz tempo, não corro atrás da tecnologia - a não ser que ela se torne uma utilidade pública, um bem indispensável. Mas por conta do modismo, não troco de aparelho todo mês, não!
Sobre as imagens, concordo que a tendência é essa que você expôs, percebo em mim mesma a preguiça que hoje tenho para escrever com 'papel e caneta', por exemplo, e antes eu era uma fã das cartas!!! Aderi ao email, por pura comodidade. Mas aderir a imagem muda?! Não dá, meu discurso ainda é muito longo para se resumir a um ícone, por exemplo. Mas é para isso mesmo que caminha a humanidade, visivelmente.

Post interessantíssimo, adorei a discussão. Beijos!

✿ chica disse...

Muito legal te ler! Quando chegamos perto da modernidade as coisas já eram,rs...Tá fogo! Por isso, nada de querer se matar pra acompanhar...Viver simplesmente! bjs praianos,chica

Dama de Cinzas disse...

Eu sou alguém que não gosta de viver no passado, detesto saudosismo e adoro novidades. Adoro tecnologia, uso todas as disponíveis.

Mas tenho um grande problema com telefones em geral, sempre tive. Não gosto de falar em telefones e depois que fiquei com problema na voz, a coisa só se intensificou a um ponto que só uso telefone quando preciso mesmo, nunca para bater papo.

Amo internet, mas não gosto da ideia de ficar conectada 24 horas por dia, e o celular, mesmo que não sendo só pela internet, traz essa possibilidade. Então quando vejo esses zumbis com a cara enfiada no celular digitando o tempo todo, me dá agonia, parece que pessoa escolheu deixar de viver a vida real, para se relacionar pelo celular e isso realmente é algo que não quero para minha vida. Portanto celular para mim é para mandar mensagens e fazer alguma ligação necessária, só isso e quero que fique assim o máximo que eu puder. Só mudo mesmo se toda a sociedade passar a se comunicar por celulares, daí eu terei que me adaptar... rsrs.

Beijocas

Eduardo Medeiros disse...

OI, beleza?

Queria deixar este comentário com uma foto, mas acho que não dá, então tenho que escrever, esta coisa tão antiga e ultrapassada...

Mas o que está ultrapassado mesmo é escrever à mão. Outro dia me percebi com um incômodo horrível para escrever algumas linhas com uma caneta Big...o teclado é um sério concorrente da caneta e do caderno!!

Ótimo texto!!.

Espero que as palavras não se acabem, gosto tanto delas...

Um bom final de semana.

Edu.

Eduardo Medeiros disse...

ah, sim, o que é WhatsApp???

...

rss

Flávia Brito disse...

É, e ainda por cima, o meu celular é SÓ para falar e no máximo mandar mensagem tipo SMS. Nada de Mp3, watsapp, tv digital, internet, redes sociais. Não me rendi e nem quero (ainda). Acho uma escravidão vc ter acesso 24h do seu tempo a todos os seus contatos... Já vi gente acordar pq recebeu uma mesnsagem no celular pelo facebook de madrugada... credo. Se quer falar comigo, me liga em horário comercial ou vá até minha casa, no mais tecnológico possível posso responder a um email na hora que eu estiver com vontade de acessá-lo e pronto.

Beijos!!

VERINHA TIBURSKI disse...

Olá Ana
Me deu um aperto no coração ao ler este post, mas é real infelizmente, vejo minha filhinha que outro dia estava com o celular a mesa e quando pedi para ela deixá-lo em seu quarto me olhou assustada, como se eu pedisse a coisa mais absurda do mundo. Eu não tenho celular e enquanto poder não o quero. Concordo que as pessoas andam com preguiça de escrever ou escrevem tudo pela metade, acho isso um horror mesmo.
Maravilhoso texto.
Beijos.

Tina Bau Couto disse...

Uso o celular para falar, pouco, pois não gosto mto de papear via telefone. Tb não gosto de reclamações de pq não atendi, mol chamadas seguidas e a pergunta de onde estou.
A pouco passei a usar o celular para mandar mensagens de texto q a prática reza devem ser pequenas, com abreviações e sem acentos e pontuação, uma tortura para mim.
Acesso a Internet qd não estou em casa e em casa por conta da concorrência no pc e por meu tablet não ter ainda acesso a Internet.
Redes sociais na minha opinião tem o lado negativo de incentivadoras de anti socialidades, erros de grafia, coerência, clareza e mtos maus hábitos.
Limite de caracteres, imagens sem legenda; sem texto, presentes sem bilhetes, mercado sem lista...Não obrigada!

Etienne disse...

As imagens colorem a comunicacao... mas se comunicar so por imagens?? Eu creio que, quando a pessoa precisar mesmo se fazer entender... vai, sim, usar as palavras! Bjs.

Anne Lieri disse...

Eu devo ser jurássica pois uso o celular só pra falar e ainda bem pouco,tipo se a filha chegou bem,se vai vir,etc...Talvez seja bom essa coisa de se comunicar por imagens...rss...talvez seja uma evolução para a comunicação por pensamento.Quem sabe?...rss...gostei demais do seu texto!bjs,