quinta-feira, 25 de junho de 2015

Descombinado

"Mãe, não vamos pelo elevador social porque, no social, as pessoas ficam sempre olhando para baixo e elas vão ficar olhando para os meus pés!"


Já era noite e eu avisei que desceria com o cachorro que já estava "apertado".

Posso ir, posso ir?
Então ligeiro.
Não vou nem por tênis ou bota, já tá escuro mesmo né?

A própria dona das meias sapatilhas com sapatos sapatilhas achou sua combinação engraçada e o melhor é que nem se importou! Descemos rindo, ou melhor gargalhando!
E claro nos lembramos de um livro que foi muito lido aqui quando mais novos: Pedro e Tina, uma amizade muito especial de Stephen Michael King.



"Então, Pedro lhe arranjou um casaco e um chapéu que não combinavam".

Às vezes, descombinar combina com uma leveza deliciosa na vida!

12 comentários:

  1. rssssssssss...

    Tudo que faz rir, gargalhar e dar leveza combina e muito!

    Que venham mais descombinações assim em nossas vidas sempre!!

    Essas valem a pena! bjs, tuuuuuuuuudo de bom,chica

    ( Ontem à noite,era ainda cedo, mas aqui todos já de pijama, bate o vizinho com um encanador que fará serviços no prédio...Atendemos,mas eu fiquei escondida, de tão descombinada estava,rs.Neno era o mais "combinado"...)

    ResponderExcluir
  2. Pezinhos lindos e fofos

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. O que vale na vida pra combinar é amor e abraço, sorriso e alegria, tempo ara cuidar dos outros e gratidão. Amei os pezinhos. Alice adora as meias dela por aqui fica só com elas á noite pq é frio tbm. E de dia adora anadar descalça coisa que em SP nunca o fez!!!

    ResponderExcluir
  4. Lembro a minha filhas quando era uma menininha e que escolhia os seus sapatos cor de rosa, o vestido branco com bolinhas cor de laranja, também tinha sapatinhos azuis com um lacinho à frente... e vestido com corações vermelhos e ela queria vestir essa roupa misturando as bolinhas cor de laranja com os sapatinhos cor de rosa, e ficava feliz com isso... então eu deixava ela escolher...
    agora quando vê as fotos, diz que eu não tinha cuidado com a roupa que lhe vestia, que coisa mal combinada !:)

    ResponderExcluir
  5. Amoooo esse livro
    Sou tão mais ainda Tina ao me comparar a personagem

    Estar combinando pode depender do contexto, proposta, detalhes...
    Descombinação pode ser estilo, gosto, pressa, graça, porque não?

    Adorei a contação e tb a descombinação e descontração

    ResponderExcluir
  6. Tão leve, essa descombinação!!

    beijos pitangueiros

    ResponderExcluir
  7. Que delícia de post! Descombinar é dar leveza a alma <3

    Adorei!!

    Beijooos

    ResponderExcluir
  8. Verdade, tudo que é descombinado tem mais leveza!Adorei a foto!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  9. Caraca, e a percepção dela sobre as pessoas ficarem olhando para o chão no elevador social!? <3

    ResponderExcluir
  10. Que post lindo e que desfecho lirico!

    ResponderExcluir
  11. Ahhhh, eu sou a rainha do descombinado, e não estou nem aí! rs
    Às vezes me olho no espelho e até rio, mas se estou bem, vai assim mesmo.
    Linda a sapatilha e lindo o sapatinho. Custei a entender a foto. rsrs
    Beijo.

    ResponderExcluir