quinta-feira, 11 de junho de 2015

Ensinar a celebrar


Foto de oito anos atrás de quando eu fazia scrapbook - e quero retornar a fazer - um foto de meu filho com os dizeres: Um príncipe em treinamento, o que aprender:

 Dar flores e presentes
abrir a porta do carro
ter caráter e bom humor
sorrir e viver intensamente

Bem, ele está em sua fase mais sapo, ops, quero dizer em sua adolescência e eu, como mãe, ao longo dessa dúzia de anos percebi que não é nada fácil colocar meu projeto príncipe em ação!
E talvez, somente no futuro, quando eu o vir num relacionamento é que saberei se as sementes que tentei semear, vingaram.

Hoje eu acrescentaria a essa página de scrapbook o "aprender a celebrar".
Celebrar na definição do dicionário é festejar, comemorar, exaltar, engrandecer.

As datas comemorativas têm sim seu apelo comercial e cabe a nós darmos um significado além do consumismo vazio para elas.
Em tempos de redes sociais, espalha-se rapidamente a versão consumiste/ostentação ou a versão desdém - desprezo com orgulho.
Dia dos namorados amanhã. O comércio com seu apelo, uma grande massa desdenhando a data. Onde se posicionar?
Se você não tem um namorado ( a ) a data não é para você, assim como seu aniversário é só um dia na semana. Se você tem, pode celebrar ao estilo ostentação, consumo vazio, ou tudo isso, ou diferente de tudo com significado.
Agora, se você quiser celebrar o amor. Ah... terá inúmeras possibilidades te esperando!

Lembro-me de uma cena de um jovem abrindo a carteira e dando uma quantia polpuda para a mãe ao som das palavras "Compre um presente para minha namorada, qualquer coisa que você quiser ou acha que ela goste".

:(

Isso não é presentear.

Encontrar significado no ato de presentear é uma arte.
Tento ensinar com exemplos.
Por exemplo, no aniversário deste ano de meu filho ele ganhou uma garrafa d'água. Mas isso eu conto de outra feita!
Para quem vai celebrar o dia dos namorados, largos sorrisos e abraços e o que mais quiser!


11 comentários:

✿ chica disse...

Que amor ver o Bernardo pequeninho...Lindo teu trabalho e desejos pra ele ,treinamento de um príncipe...
Tentamos, nem sempre conseguimos!

E adorei a frase que queres acrescentar...Aprender a celebrar é preciso. mas celebrar com o que chega do coração, sem apelos de mídia ou coisas assim...

E o dia dos namorados, pode ser festejado muito bem, no aconchego de nossas casas ,apenas com um toque diferente em alguma coisinha que poderia ser trivial... Não precisamos ir ao restaurante mais badalado, cheio de filas e impacientes garçons que logo querem eliminar o casal pra que outro chegue...

Fica o recado!Adorei te ler! bjs, chica

Patrícia Santos disse...

Lindo filho e lindos conselhos <3
A gente precisa mesmo pensar nos filhos que estamos deixando para o mundo, né?
Bessos!

Bell disse...

Lindão dele e passa tão rápido, temos que registrar e comemorar cada momento.

bjokas =)

Tina Bau Couto disse...

Celebrar
Ser
Lembrar
Namorar
Ser namorado

De por ai:

"Só namora quem não precisa explicar, quem já começa a falar pelo fim, quem consegue manifestar com clareza e facilidade tudo o que fora do namoro é complicado.

Namora, quem diz: "Precisamos muito conversar"; e quem é capaz de perder tempo, muito tempo, com a mais útil das inutilidades e pensar no ser amado, degustar cada momento vivido e recordar palavras, fotos e carícias com uma vontade doida de estourar o tempo e embebedar-se de flores astrais.

Namora, quem fala da infância e da fazenda das férias, quem aguarda com aflição, o telefone tocar e dá um salto para atendê-lo antes mesmo do primeiro trim.

Namora quem namora, quem à toa chora, quem rememora, quem comemora datas que o outro esqueceu.

Namora quem é bom, quem gosta da vida, de nuvem, de rio gelado e de parque de diversões."

Tina Bau Couto disse...

Adorei a foto e a arte
Volta sim a fazer
Também estou voltando

Mi F. Colmán disse...

Oi Ana!
Primeiro quero agradecer pelos comentários que deixou em meu blog, aviso que sempre os respondo para quem quiser voltar e ler, okay?
Quanto a todo esse "borburinho" de Dia dos Namorados, acho que as pessoas exageram tanto para um lado quanto para o outro. Consumismo demais não é legal e desprezo muito menos.
Como comentei no blog do Felisberto, sou arromântica e nem me dei conta da data, todos os namorados que tive já estavam cientes que eu cebrava o Valentine´s Day, porque para mim era o dia REAL, UNIVERSAL dos namorados. O nosso é diferente não sei nem por-causo-di-que. Mas o importante é celebrar sim.
O que não é legal é o sentimento que muitas pessoas passam para os solteiros que, nem sempre o estão por opção. E muitos também enchem o saco daqueles que sim, estão por opção e muito bem, obrigada! Será que é tão dificil acreditar e, acima de tudo, respeitar isto?
Pior é namorar só por pressão e estar mal acompanhada, namorar por pressão da sociedade e viver um relacionamento infeliz.
Sobre a educação, o "cavalheirismo" que tu tá querendo passar para o teu filho, não se desespere. Nem sempre isso é sinal de caráter. Existem muitos "sapos" com corações de príncipes e príncipes com corações de "sapos", portanto... O que ele tem de bagagem da família, é o que de mais importante levará consigo.
Beijos.

Em tempo: Linda foto. :))))

Rivotril com Coca-Cola

Poesia do Bem disse...

Concordo plenamente contigo Ana.Em tempo que tudo precisa ter e não ser é comum o consumismo desenfreado o achar que dar o presente mais caro se compra o amor. Basta saber olhar nos olhos, dar exemplo, está presente, um abraço verdadeiro, uns versos de paixão e amar sempre. Bjs e amei a tua rate volta a fazer sim!!!

Luma Rosa disse...

Oi, Ana Paula!
Também carrego essa responsabilidade de fazer o meu filho olhar para as mulheres como princesas e respeitá-las. Espero que ele não encontre bruxas disfarçadas pelo seu caminho...
A data não deve passar em branco, pois é o amor que estamos festejando! Penso naquelas pessoas que o ano todo são tímidas demais para ofertar uma rosa, então que o faça agora! Existem muitos homens românticos erustidos que aproveitam a data para exercer esse lado. Não se esqueça que somos latinos!
:)
Feliz comemoração!!
Beijus,

Li disse...

Acho que é assim em todas as datas... O verdadeiro significado da Páscoa, Natal, Dia das Mães, dos Pais, das Crianças, dos namorados é estar junto e valorizar que a gente ama! Com presentes concretos ou não... mas, se escolher dar um presente tem que ser pensado, sentido... sentido com o coração: o que a pessoa gostaria de ganhar, o que a faria se lembrar de mim quando pegasse aquilo que eu dei, ou o que ela sentiria ao comer algo que eu dei (no caso de chocolates, um jantar...), o que sentiria ao usufruir do que dei (um passeio, um ingresso para um show, um teatro...)
Vai muito mais além do que é comercial, vai de comemorar, de sentir, de abraçar, de estar junto!!!

Feliz Dia dos Namorados!!!

Beijos...

Li disse...

Acho que é assim em todas as datas... O verdadeiro significado da Páscoa, Natal, Dia das Mães, dos Pais, das Crianças, dos namorados é estar junto e valorizar que a gente ama! Com presentes concretos ou não... mas, se escolher dar um presente tem que ser pensado, sentido... sentido com o coração: o que a pessoa gostaria de ganhar, o que a faria se lembrar de mim quando pegasse aquilo que eu dei, ou o que ela sentiria ao comer algo que eu dei (no caso de chocolates, um jantar...), o que sentiria ao usufruir do que dei (um passeio, um ingresso para um show, um teatro...)
Vai muito mais além do que é comercial, vai de comemorar, de sentir, de abraçar, de estar junto!!!

Feliz Dia dos Namorados!!!

Beijos...

Pandora disse...

"Encontrar significado no ato de presentear é uma arte." Tem gente que não entende porque eu briguei com meu irmão há alguns anos atrás por ter me dado R$50,00 de aniversário... mas a verdade o que senti foi frustração, não se deu ao trabalho de pensar e procurar e ele é um artista, podia fazer melhor.

A parte isso educar é muito complicado, professores participam de uma pequena parcela da vida dos indivíduos e já é tão difícil... Imagina os pais. Boa Sorte Ana com seu príncipe, sei que o resultado vai ser belo porque tenho a impressão que você entende de fazer a beleza acontecer.