sábado, 24 de agosto de 2013

Serendipidade

Tenho uma relação instável com o corretor ortográfico aqui do computador.
Acho excelente qaundo por exemplo escrevo a palavra quando trocando as letras de lugar. Imediatamente a ondulação vermelha sublinha a palavra escrita incorretamente, facilitando a substituição pela grafia correta.
Porém, há momentos em que o tal corretor ortográfico parece ter vontade própria. Eu tenho certeza da grafia e ele insiste em mostrar o erro com o seu vermelho ondulante.
Um outro exemplo para esta situação se deu quando após uma manhã inteira ao som de bate-estacas comecei a escrever um poema sobre serenidade.
Cada vez que eu digitava serenidade, lá vinha mais uma estaca e o corretor ortográfico insistindo que estava errado.
Eu já estava quase perdendo a serenidade, mas resolvi ceder, mesmo tendo absoluta certeza que havia escrito corretamente a palavra. Cliquei na minhoca vermelha para ver o que apareceria.
Serendipidade.
Realmente achei que a tal palavra não existia. No dicionário escolar não constava.
No google lá estava ela. E não é que me fascinou a tal da serendipidade?

"Aptidão para descobrir coisas agradáveis por acaso".
Os blogs estão cheios de serendipidades. Encontramos coisas incríveis assim, ao acaso, sem esperar.
A vida está cheia de serendipidades. Braços abertos para receber coisas agradáveis ao acaso!

Ah! O poema da serenidade, está flanando por aí. Qualquer hora um poeta o encontra e certamente será obra da tal serendipidade.

* enquanto a obra aqui em frente de casa estiver na parte do bate-estacas, acho que não vou conseguir escrever sobre serenidade!

18 comentários:

Patricia disse...

Tb não conhecia esta palavra.
Adorei o significado.
bjs e bom final de semana!

PS: Por aqui todos bem, todos adaptados. Belinha ama o colégio que estuda e a Maria não vê a hora de ter 5 anos para ir para a escola da irmã. : )

Marly de Bastos disse...

É nas trocas das teclas que a gente vai criando palavras novas,e de repente achando significados pra elas. E um dia a sua serenidade volta, entendo vc trocar essa palavra por outra,visto que o bate-estacas está por perto.
bjkas doces

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Menina, que coisa incrível esta descoberta! Sempre acontece com a gente quando escreve este tipo de correção, mas confesso que nunca fiz o que vc fez e veja só que descobriu uma palavra com um significado que acontece muito, quando não, todos os dias!
Adorei...e não esqueci de seu livro, tentarei ir eu mesma ao banco, pois marido não tem jeito, o papel com o número da conta está na carteira dele há semanas!
Beijos e boa noite!
CamomilaRosa

Suzy Rhoden disse...

Que maravilha!
Este seu texto é obra da tal serendipidade, pois quer definição mais agradável para algo uma palavra encontrada ao acaso?! rsrsrs
Saio daqui com meu vocabulário enriquecido... Pelo menos o tal bate-estacas serviu para algo, não é?! rsrsrs

Beijoca

Ana Virgínia da Silva disse...

Oi Ana.

Que coisa boa esse post.

Tô pra te dizer que o seu blog é um desses que encontramos serendipidade.

Adorei conhecer essa palavra e o seu significado.

bjo.

Ana Virgínia

✿ chica disse...

Maravilha e aqui encontro sempre essa palavra, que nem sei dizer,rs Lindo achado e por vezes o tal do tradutor nos faz surpresas legais, como essa! Adorei! beijos,chica

Bia Hain disse...

Ana Paula, que deliciosa descoberta! Eu havia lido o termo em alguns lugares, mas confesso que não me interessei em pesquisar o significado, e adore. Que sejamos cercados por deliciosas serendipidades. E esse corretor ortográfico tem mesmo umas instabilidades de humor, hahaha. Um abraço!

A BETI disse...

Espero que a serenidade volte logo.
Quanto ao corretor ortográfico concordo com vc, essa cobrinha é persistente rs...rs.
Bom fim de tarde amiga!
Bjssssssssssssssssssssssssss

Luma Rosa disse...

Essa descoberta ocasional carrega consigo o conceito de sorte e também de perspicácia. No mundo empresarial falamos muito de serendipidade, que seriam os insights, os "cliques". No caso de quem lida com a criatividade, não sabemos de onde vem a inspiração, mas ela vem. Hoje em dia, tendemos a associar o acaso, com sorte, e negligenciamos a sagacidade. Mas algumas condições são mais favoráveis ​​para a descoberta acidental do que outras.
Serendipidade foi de certa forma um obstáculo e quem sabe agora o poema "Serenidade" lhe chega?
Boa semana!!
Beijus,

Moacir Willmondes disse...

Oi, Paula.

Que delicioso exercício de descoberta.

Uma semana cheia de serendipidades para você!

Dama de Cinzas disse...

Seria essa Serendipidade uma aptidão ou sorte? Fico em dúvida... rsrs

Beijocas

Moro em um Kinder Ovo disse...

Que palavra deliciosa!! Depois de aprender a falar vou usar por aí. E quero arrumar um jeito de trazer para a vida a "ondulação vermelha" do corretor, assim, vou corrigindo os meus atos. Será que funciona?? Ou o sabor da vida é dado pelos erros que cometemos?? Quero também agradecer por ter cuidado tão bem do meu cantinho. Estava tudo arrumadinho, cheinho de recados e com o carinho de vocês.

thalento arnônimo disse...

O que mais me incomoda é escrever sobre superdotação e ver o Word alterar para superlotação.

Rovênia disse...

Que palavrinha mais apaixonante: serendipidade! Não conhecia e acho que o acaso foi certeiro, não? Amei! Uma boa semana! :)

Tina Bau Couto disse...

Você sabe que amo palavras e curiosidades, então, de cara amei sua descoberta e compartilhamento, com esse jeitinho ímpar seu de escrever.

Tb tenho problemas com corretores estragadores do que quero escrever, no computador e no celular.
Td bem que quando eles acertam, ajudam, mas mesmo assim brigo come eles.][

PS:
O que você acha de incluirmos em nossos Currículos, na descrição de aptidões: serendipidade?

Etienne disse...

Ana! Por aqui, "serendipity" (ou "happy accidents"). Falei dela lá no blog há um tempo atrás! Pensei nos encontros em viagem de avião, de ônibus... na fila de banco, de supermercado... E nos blogs, claro! Uma boa noite pra você, querida! Bjs.

Luís Fellipe Alves disse...

Caramba, ele sugeriu uma palavra mais difícil ainda haha Tenho lá meus problemas com o corretor também. Mais com a minhoca verde do que com a vermelha. Porque quando vou escrever uma frase e oculto o sujeito (na maioria das vezes o "eu"), o computador se sente confuso e já alerta um erro.

Tudo bem que às vezes uma ajudinha aqui e outra ali não faz mal. Mas, às vezes, não há paciência para a correção minuciosa.

Serendipidade. Que engraçada a metalinguagem ocorrida. Fascinante descoberta essa.

Uma semana serendipe para você. (Ih, já transformei em adjetivo...)

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Ana Paula, kkk! Adoro esse seu instinto investigativo. Sempre ao acaso você descobre essas curiosidades. Com certeza nossa amiga Tina adotará a palavra para seu dicionário de palavras prediletas.
Valeu!
Beijo,
Manoel