domingo, 12 de abril de 2015

Uma baleia no aquário

Um dos pés deixei bem firme no chão, o outro estava apoiado no degrau do ônibus.
 - Bom dia, por favor esse ônibus passa na Univap?
A posição de meu corpo impedia o ônibus de seguir; exigia uma resposta. Era o meu pedido de ajuda, de alguém aprendendo na sua nova cidade.

Impossibilitado de seguir, o motorista me devolveu a pergunta:
 - Univap?
Mas ao mesmo tempo, já se virou para o cobrador, que no caso era cobradora e indagou.
Ela também não sabia e aí aconteceu.
Alguém lá do fundo gritou um para onde eu iria.
Firmei o braço na alça de apoio ao lado externo da porta. Fiquei atenta e sem pressa.
Univap, na Rua Baleia.
Foram várias confabulações, de repente o ônibus todo queria me ajudar. Todas aquelas pessoas que eu não conhecia, repetiam a pergunta, repassavam, tentavam encontrar em algum lugar da memória. Não me expulsaram para que seguissem com rapidez.
Estava bonito de se ver e ouvir. Parecia brincadeira de telefone sem fio.
"Rua baleia, rua baleia que ela vai?"
É, eu afirmei.
"Ah, ela vai na Univap da avenida salmão lá no aquarius. Esse mesmo, pode subir."
Compreenderam minha confusão entre baleia e salmão. Coisa de iniciante.
Seguimos todos em águas anônimas e solidárias rumo ao Jardim Aquárius!

8 comentários:

Pandora disse...

Isso me lembrou um livro lançado recentemente "A arte de pedir", as vezes o que está entre nós e o objetivo é o "pedir". Ah, esse post também me lembrou uma coisa que Voinha dizia: "Quem tem boca vai a Roma!"

Amara Mourige disse...

Ana Paula,
você teve sorte de encontrar pessoas legais, porque em ônibus geralmente, todos estão com pressa e sem paciência.
Adorei o texto!
Beijos
Amara

✿ chica disse...

Que coisa boa encontrar pessoas com vontade de ajudar! Deve ter sido uma experiência bem legal e pegaste ,na certa, as boas energias da hora! bjs, linda semana,chica

Poesia do Bem disse...

O bom de tudo foi ver solidariedade e hospitalidade, o que é raro nos dias de hoje né? eu também troco nome de tudo kkk Tem novidades no blog

Tina Bau Couto disse...

Amei
Amei
Amei

Bell disse...

Ainda bem que tinha gente que sabia, pq sinceramente tem gente que passa mil vezes nas mesmas ruas e nem sabe os nomes rs...

bjokas =)

Dra. Cristiane Marino - Mulheres em Círculo disse...

Ah, Ana Paula, que coisa bonita de se ver, as pessoas querendo ajudar umas às outras.
Quem dera fosse sempre assim...
Bjs

Carmem Grinheiro disse...

Ah, Ana Paula,
e eu que pensava que essas coisas de trocar nome só aconteciam comigo rrrsssss

bjn amg bem apertado