segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Diário de uma máquina fotográfica

Era um sonho e aconteceu! Marido me presenteou com uma máquina fotográfica mais moderna que a antiga.
Ganhar um presente que queremos muito é mágico.
Porém, nem tudo são flores.
Já tive até pesadelos com meu sonho, ou melhor minha máquina.
Sonhei que Fernando Collor que já foi nosso presidente aparecia quando eu estava segurando minha câmera. Eu não conseguia fotografar nada, a câmera ia se desmontado em minhas mãos e ele falando que iria cobrar imposto por cada foto postada...
Uau! Ou eu estou assistindo muito noticiário ou está aí a saída para a crise. Um centavo por foto postada!!!

Mas, como eu dizia nem tudo são flores com uma câmera nova quando você apenas gosta de fotografia e não é um fotógrafo.
Esforço-me à exaustão.
Quando consigo aprender um comando, já esqueci todo o resto!
Sigo tentando.
E mostro sem vergonha meus erros! ( Porque precisam ficar registrados ). Quem sabe no futuro eu consiga uma foto melhor né?!






Lembrei de afastar os pés, flexionar os joelhos, manter os cotovelos junto ao corpo, controlar o ISO, mas esqueci a máquina configurada em luz fluorescente num batia dia de sol! Taí, ficou tudo branco.

Por sorte é que eram cenários e assim que eu pude ver o grande erro, voltei ao mesmo lugar e comecei tudo de novo: pés, cotovelo, mas agora com a configuração para dias ensolarados!

Até que melhorou um pouco:


Jardim do Faz de Conta









7 comentários:

✿ chica disse...

Que pesadelo esse! Sonhar com Collor e essas cobranças ´o ó do borogodó! Credoi!

Estaria fritinha!!!

Adorei ver os erros e depois o acerto! É bem assim. A minha ainda não domino, mas nem tenho a pretensão. Pois tantas vezes, quando vejo algo lindo pra fotografar, me emociono e tremo nas bases e aí, fica fora de foco... mas sempre aproveito os erros.,rs...

Uma das coisas que deves ver e vais adorar( não sei te explicar, como se chega, pois encontro por acaso quase sempre...) é o modo OBSERVAÇÃO DE PÁSSAROS! Vais adorar! bjs, chica e linda semana, aqui, com garra, fé e força na peruca, levando a vida normalmente, como devo me comportar!

Bell disse...

Tão bom fotografar, adorooo!!!

bjokas =)

Poesia do Bem disse...

ATÉ HOJE ERRO COM A MINHA! E haja manual para ler e muita técnica, as vezes a pressa, a configuração d aluz errada, sei que nem sempre consigo as fotos que desejo, anseio ser fotógrafa hhehe. tem dica de livro no blog

As Mulheres 4estacoes disse...

Boa tarde!
Não pude deixar de rir com a descrição do seu quase pesadelo, rs.
Quanto as fotos,com certeza vai melhorando aos poucos,há de ter paciência.
Um abraço e ótimos clicks pra você.
Sonia

Tina Bau Couto disse...

Adorei que vc ganhou brinquedo novo!
Seu narrar como sempre envolvente.
Adorei também os registros com as considerações da evolução, aprendizados, cores, luz...
E esse evento cheio de natureza e artesanato?
Demais de lindo!

Jardim Lunático disse...

É com os erros que chegamos lá Ana!
Cada detalhe é uma evolução.
Belo lugar para fotografar.
E que venham mais e mais eventos.
Beijos e fica com Deus =D

Toninho disse...

Ah Ana, não esquente, foi assim com os primeiros celulares, Smartphones, computadores e acabamos pegando o jeito da coisa com leves leituras de manuais.
Errar para aprender é sabedoria.
Bom proveito com a poderosa e nós seremos brindados com belas imagens.
Meu terno abraço.