quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Recordações alimentadas

Não vai encher a barriga
para saciar a fome
Encherá o coração
de boas recordações
Amora
tem sabor de infância
não importa a sua idade!







13 comentários:

Vania Lucia disse...

Eu gosto muuuiiitooo de amoras!
São especiais na menopausa...
Bjs

Bell disse...

Que linda =)

Uouo Uo disse...


thank you

سعودي اوتو

✿ chica disse...

Amora apanhada assim, fresquinha, na hora? Dos deuses! Linda a Juju! Adorei! bjs, ( cheguei agora da Oma!!)chica

Dra. Cristiane Marino - Mulheres em Círculo disse...

Nossa, Ana Paula, como eu e meu filho colhíamos amoras nessa época do ano!
Mapeamos todas as amoreiras do bairro e íamos passeando e colhendo...
E ainda tinha uma pracinha no caminho repleta de amoreiras!
Lembranças...
Bjs

mfc disse...

A amora de cá é bem diferente, mas estas são lindas e apetitosas!
E a tua flhota é linda.
Parabéns à mãe e à filha.

mfc disse...

A amora de cá é bem diferente, mas estas são lindas e apetitosas!
E a tua flhota é linda.
Parabéns à mãe e à filha.

Poesia do Bem disse...

Que lindas imagens, tua menina tá uma moça. Nunca vi pé de amora, nem lembro se já provei in natura. Deve ser uma delícia. Tem mil novidades no Poesia, bjs e Deus abençoe

Tina Bau Couto disse...

Precisei ir no Mercado Municipal de sampa para conhecer esse sabor
Do pé vai ficar pra próxima e já sei tenho companhia

Pitanga Doce disse...

Que privilégio poder criar os filhos junto à natureza! E que linda amora-menina você tem aí, Ana Paula! Beijinhos pitangueiros às duas.

Lúcia Soares disse...

Na rua onde meu filho mora, no interior, mas pertinho de BH, tem uma amoreira baixinha, que o neto de 3 anos consegue alcançar algum galho, e fica "de olho" nas que amadurecem, pq todo mundo que passa quer colher tb. rs
Sua menina é linda demais!
Beijo e bom fim de semana.

Pandora disse...

Amoras, ai que vontade... Aqui no Nordeste nunca encontrei nem pé e nem no mercado, que pena! Acho que a fruta que mais tem cara de infância para mim é a carambola, nossa um vizinho tinha um pé no quintal... e nossa... aiiiii que saudades desses tempos de muros mais baixos... e carambola...

Carmem Grinheiro disse...

É isso mesmo: "encher o coração de boas recordações".
Para mim, fruta com sabor de infância é o coco e a goiaba.
A relação que a gente cria com as coisas nessas idades verdes e lindas é que vai cimentar as memórias.