quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Disfarçado de poema

Fechei as janelas
para a chuva de hoje.
Sempre deixo ver a chuva
pelas lágrimas da vidraça.
Hoje não.
Hoje chove em mim.

                           Ana Paula

Antes que perguntem se estou triste, chorosa... qual o que!
Fechei as janelas mesmo para dormir em plena tarde.
A noite foi muito ruim por causa do calor. Hoje passei o dia assim como estes ursinhos:




Dormindo em pé, caindo de sono.
Então, como não pega bem para uma dona de casa, cheia de gavetas para arrumar, escrever que dormiu de tarde, a gente  fecha a janela, dorme e faz poema!

11 comentários:

Lacorrilha disse...

Ahahah, és demais.

Lacorrilha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Blog do Óbvio - Manoel disse...

Ana Paula, eu já ia ficando, nem triste, mas consternado (é mais bonito, rs) ao ver que as lágrimas não eram da janela. De quem poderiam ser?!...
Fiquei aliviado ao ver que era uma "pegadinha de sono para fazer poesia". Pior que a poesia ficou bonitinha prá caramba.
Qualquer dia vou a um psicólogo(a) só para ver se ele(a) me ajuda a descobrir por que eu não gosto de ver ninguém triste. Me incomoda. Dá vontade de provocar qualquer palhaçada para o mundo sorrir e deixar todos em ritmo de alegria no coração. Sei que a vida não é assim. Até a visita em excursão ao nosso famoso PIPOQUEIRO é de certa forma ilusória. E olha que o homem está ficando velhinho! Enfim...rs...rs.
Beijo
Manoel

✿ chica disse...

E tens todo direito de fazer isso,não é? Adorei te ler e as imagens,lindas! beijos,chica

Ivani disse...

nossa...nem me fale em sono. Tive uma noite horrorosa, tive insonia, vi TV durante a noite toda.
hoje sou um zumbi andando pela casa, meio tonta, meio irritada,muito calor afff!!!
agora choveu, bem pesado, então vou tomar um banho e me jogar na cama, porque essa noite eu pretendo dormir. muito...
beijos querida, vá dormir também!

Flávia Brito disse...

hahahaha... muito bom poder dar uma descansada fora de hora. Porém, dormir a tarde é uma coisa que não gosto muito de fazer, sempre acordo mais indisposta, me seguro até onde dá e quando chega a noite, adivinha... o sono passa e lá vai horas noite adentro... rsrs

beijos!!!

Tina Bau Couto disse...

Fecha a janela e faz poema
Chove na vidraça e faz poema
Faz sol e faz poema
Arco-iris...poema
Alegrias...poema
Tristeza...poema

Que haja poemas brotando o tempo todo a nossa volta e acima e abaixo e além de nós \o/

Patricia disse...

Ninguém é de ferro. De vez em quando precisamos fechar a janela mesmo. rs
Bjs

Patricia disse...

Ninguém é de ferro. De vez em quando precisamos fechar a janela mesmo. rs
Bjs

Rovênia disse...

Que lindo, Ana Paula! Dane-se o que as pessoas vão pensar. Se der na telha, vá dormir e sonhar versos também! Um feliz 2013 para vc e sua família. Amei ter encontrado esse cantinho. É charmoso e rico! Beijinho no coração!

Tammy disse...

Estou amando te ler, tens o dom de usar as palavras de um modo peculiar e bonito, cheio de luz!
Amei, e quero chuva!!!!
Beijosss