quinta-feira, 10 de março de 2011

Excessos

 by (anna paula)
a photo by (anna paula) on Flickr.
Minha amiga mostrou-me um e-mail que recebeu. Estava escrito: você estava linda na terça.
Exatamente assim, com estes caracteres.
Conversamos demoradamente sobre o assunto que envolvia aquela mensagem e eu fiquei com a tela do notebook e aquelas palavras ali soltas, mas pensando num contexto completamente diferente daquele que havíamos conversado.
Queria escrever, mas não encontrava um bom começo, na verdade não estava conseguindo dar forma ao que eu queria falar.
Foi quando li um post, belo, lá no o menino das goiabas verdes, soube então o que eu queria escrever. O post do Marcílio é  tão emocionante, que merece ser apreciado.

Tenho receio de perder o entendimento do universo das palavras.
Passei por tantas gírias da moda, expressões regionais, algumas incorporadas, outras esquecidas, sem sentido.
E agora a linguagem da internet, das mensagens nos celulares que se tornou tão excessiva, que não basta dizer eu te amo, tem que multiplicar a letra "o"não sei quantas vezes. Não basta um beijo, tem que ser mil ou tem que ser dado no coração. Eu uso essa linguagem e por isto ao ler o que minha amiga recebeu, sem ser lindaaaa de+++ pairou no ar esta pergunta para mim. Será que eu ainda consigo entender, ou melhor, sentir uma mensagem assim sem excessos? Sem tantas vogais repetidas, sem tantas exclamações...
Talvez nem seja tanto excesso de letras e sinais, mas excessos em mim mesma como tão bem disse o menino das goiabas verdes.

Um comentário:

Antonia Ivani disse...

Puxa! estava tentando explicar isso! ou melhor, entender isso.
Esse excesso de "oooooos" e "iiinnnns" e outros mais que proliferam na internet.
Santo Deus, é irritante. Tenho um amigo que é incapaz de enviar uma mensagem sem expressar seu contentamento ou raiva de uma maneira que mais pareçe uma hemorragia..kkkkkk!
Adorei esse post. Beijo