quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Blogagem coletiva inveja

Hesitei, confesso, em participar desta blogagem coletiva proposta pela Alê, pois quando entrei em contato com o tema inveja, a amplitude de possibilidades de explorá-lo me paralisou. Mas este é o lado positivo das blogagens: várias pessoas abordando um mesmo assunto sobre diversas óticas.
Então, quero abordar o aspecto que considero mais destrutivo com a inveja, a criminalidade.
Acredito que muitos delitos nasçam frutos da inveja. Uma inveja material.
Talvez comece pequena: a inveja da borracha do colega de sala que faz tomá-la para si. E um olhar invejoso, recebendo fermento do consumismo, da falta de oportunidades e principalmente da ausência de amor e atenção familiar, só faz com que cresça a inveja e os meios obscuros para alimentá-la.
Por estes dias no noticiário, uma mãe chega à delegacia onde o filho adolescente fora detido após ser pego em um roubo.
A mãe em desespero grita com ele "eu já te falei se você quer um tênis, trabalha para comprar".
A inveja tomou-lhe o que a mãe tentara ensinar.
A falta de limite ético, moral, faz com que  a inveja tome proporções devastadoras.

17 comentários:

Patricia disse...

Nossa Ana, nunca tinha visto a inveja por esse lado.
Vc é demais mesmo!!!
Bom feriado.
Bjs

Alê Lemos disse...

A questão social também é importante. nem pensei nisso quando escrevi. Você tem razão quando disse que o bom das BC é o acrescimo que os outros blogueiros dão ao tema. Muito obrigada Ana!

Ivani disse...

ótima essa abordagem, e eu concordo plenamente com ela.
a inveja pode sim levar ao crime.
esse aspecto é realmente chocante, mas analisado friamente, faz com que a gente entenda a agressividade do jovem diante de alguém que tem mais bens materiais.
Isso precisaria ser melhor trabalhado em casa, com as crianças.
Mas veja bem, os marginalizados socialmente, de familias muito pobres (não generalizando) são os que mais desenvolvem o problema.
os pais são ignorantes, trabalham demais (ou bebem demais) e não educam o filho para o estudo e o trabalho honesto.
Ana, isso é assunto para mais de ano falando rsrsrs
que pena, não é mesmo?
penso que de familias pobres, com pais ignorantes, também saem criaturas boas, pessoas dignas e honestas.
mas esses pais souberam passar (no devido tempo) alguma noção de civismo e dignidade.
como disse, ficaríamos falando disso por muito tempo.
Beijos querida, muito boa sua participação.

Flor de Liz disse...

O pior de tudo na inveja é não saber de onde ela vem para poder combater.
Como uma pessoa invejosa pode parar com isso?
Atire a primeira pedra quem nunca sentiu uma pontinha de inveja que seja, mas o melhor de tudo é não deixar-se levar por tamanho sentimento ruim!
Adorei seu texto, só para variar um pouquinho! ><
Peço perdão pela minha ausência, mas como sempre digo, assim que der estarei de volta!
Beijos

http://oiflordeliz.blogspot.com.br/

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Ana Paula, o que acho mais triste é ver na mídia algumas propagandas de carros ou roupas acompanhadas de apelos para você comprá-las para poder fazer INVEJA nos seus amigos.
Parece que o marketing está descobrindo que a maldade é bem mais eficiente que uma boa formação moral.
A cultura do ter sem partilhar leva a tudo isso que você escreveu na postagem.
Beijo
Manoel

Roseli Pedroso disse...

Muito boa sua abordagem sobre a inveja Ana! Infelizmente nossa sociedade estimula muito o consumismo visando sempre esse "causar" inveja no outro. E daí já viu né? Quem não tem valores éticos bem firmados cai nessa armadilha e se torna marginal roubando e matando para saciar sua eterna carência.
Também estou participando e te aguardo por lá.
Bjs

#*Marly Bastos*# disse...

Ana Paula, eu não tinha visto essa proposta da BC sobre inveja e a uns 4 dias escrevi sobre ela, e até espantei com o tema. Vou conferir e ver se ainda posso participar.
A inveja parece ser a raiz de todo mal... Em tudo tem um pouco dela.
Adorei a sua abordagem, simples e direta.
bjks doces

Anne Lieri disse...

Ana,muito legal a sua abordagem da inveja como um fator de criminalidade!Infelizmente acontece mais fatos assim,do que gostaríamos de ver e tem gente inclusive que da inveja pode chegar ao roubo e até a morte!Um ótimo texto!bjs,

✿ chica disse...

Importante teu olhar sobre a inveja. Gostei de tua ótica! beijos,chica

.maysa. disse...

Olá minha querida Ana Paula!
A inveja mata. E é bem isso mesmo que acontece em vários casos né?

Querida já falei e volto a falar que gosto muito dos seus textos. O texto a baixo eu achei encantador!

Sabe que na hora que estava escrevendo o post sobre o docinho eu lembrei muito de sua filha, não sei porque mais achei que ela ia gostar. ;)

Um super beeeeijo

Vera Lúcia disse...


Olá Ana Paula,

Ontem mesmo vi um filme baseado em fato verídico ocorrido na Austrália onde uma garota mata outra por inveja. Claro que neste caso a que cometeu o crime já apresentava sinais de distúrbios mentais, mas ilustra bem o seu foco acerca da inveja.
A inveja é mesmo destruidora.

Gostei muito de sua abordagem.

Obrigada por sua visita. (Já me encontro em seu rol de seguidores).

Beijo.

Cozinha de Mulher disse...

Oi Ana.. tem toda razão, palavras por demais verdadeiras.
Também estava pensando nisso ao pensar em como criar meu post para essa BC..
Na verdade eu vejo todo o caus que vivemos hoje sendo causado por inveja... Essas guerras por exemplo, são pessoas que tentam de qualquer forma ter o que é seu, e não medem esforços pra conseguir, mesmo que seja preciso destruir uma nação inteira pra conseguir.. eu acho isso triste.. aliás pra mim inveja é o maior mal da humanidade..

Adorei seu post e sua visão diante desse assunto..

Um beijo carinhoso..

Luciana Souza disse...

Oi Ana Paula
É minha primeira vez por aqui e já estou te seguindo. Isso que é legal das BCs, te abre os horizontes, vc conhece outros blogueiros. Gostei da sua abordagem, vc foi além na questão da inveja.
Bjos. Fique com Deus.
http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/2012/11/blogagem-coletiva-inveja-mata.html

Cris Henriques disse...

Olá Ana!

É a minha primeira vez no teu blog e já estou a ficar. hehe
Vim do blog da parceira Alê Lemos, chamo-me Cris e sou participante desta bc.
Gostei do teu post, mostra outra vertente da inveja: a criminalidade. Definitivamente, a inveja é um sentimento negativo.
Parabéns pelo post e por nos lembrares deste lado da inveja!

Se quiseres ler a minha participação, deixo-te aqui o link:

http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.pt/2012/11/a-inveja-mata-bc-diarios-de-bordo.html

Um beijo e prazer em conhecer-te,

Cris Henriques

Christian V. Louis disse...

Ana, não sei se já tinha lhe dito antes, mas gosto muito do modo que escreve e de como aborda os temas. Não escreve com conteúdo simplista, tem sempre algo a mais a destacar que a maioria acaba por esquecer.
Foi o caso desta BC, tem razão, a inveja pode muito bem começar com coisas pequenas, na escola e se pessoa não tem um domínio ou alguém que a ajude a ter este domínio, tende a se tornar um caso patológico.
Meus muitos parabéns pela crônica reflexiva!

=> CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

Anabela Jardim disse...

E esse filme se repete em muitas casas...
http://anabelaemblogagenscoletivas.blogspot.com/

Luma Rosa disse...

A inveja patológica é terrível porque ela se alimenta todos os dias com o ódio e com os sofrimentos do próprio invejoso. Além de tudo, ela ainda desencadeia o sentimento de uma certa covardia, já que o invejoso quase nunca se desentende abertamente com o invejado. Em alguns momentos o invejoso chega, por exemplo, a se retirar de uma mesa, para manifestar desapreço ao invejado. Mas tudo isso não é feito de forma publicamente ostensiva. Quando envolve um ato criminoso, pode ser sintoma de psicopatia. Beijus,