quarta-feira, 28 de novembro de 2012

O mistério

Fiquei sem computador esses dias atrás.
Pensei em ir até uma lan house para explicar, mas pareceria repetitivo.
Poderia até parecer mentira. Sem computador de novo?
Um líquido misterioso embebedou o teclado e quando ligávamos o computador, este apresentava-se descontrolado. 
Abria páginas que bem entendesse, preenchia senhas ao infinito, fazia comentários ( espero que nenhum tenha sido publicado ), mostrava-se cheio de luzes, parecendo uma discoteca daquela época das meias dancing days e quando me convenci que não haveria mesmo jeito para o teclado, começaram a aparecer inúmeras bolas de sabão saltando da tela.
Desliguei.

Algumas centenas de reais depois, já com o teclado novo, qual lápis que nunca foi apontado, marido me pede que encontre um documento arquivado em algum lugar dentro do computador.
Entre procura, abre e fecha de pastas...
Encontrei isso ( clica  para saber ).

10 comentários:

Tina Bau Couto disse...

Entre as pontas de lápis dentro do sapato e essa bolhas de sabão, eu não sei como faria para brigar com ele,. Acho que teria descontado td nos dias de grama antiga e meias ceias de terra, que não me encantaram nem um pouco :)

Tina Bau Couto disse...

Comi o S de essas, coloquei ponto e vírgula juntos na horizontal, comi o h de cheias...
Vou jogar farinha por cima pra descer td com um coca zero.

Kellen Bittencourt disse...

Oii Ana, eu já tive este problema com um PC aki em casa, minha filha derramou algo no teclado e o PC ficou doidão, tive que trocar tbém, o importante é que vc está de volta! Bjooosss

.maysa. disse...

hahahaha

Deixou regristado a prova do crime!!

Que menino mais lindo Ana Paula! Parece ser bem engenhoso!

Ana Paula obrigada pelo comentário fofo de hoje! Ah na verdade obrigada por ter me achado e por estar sempre lembrando de mim!

Um beeeeeijão para você!

Patricia disse...

Ahahahahahaha

Não existe crime perfeito.
E a prova estava bem ali, hein???

Q figura!!!

Carolina Lima disse...

Depois de uma crise de risos e de ter mostrado essa postagem para a minha mãe: se não fosse esses mistérios essas postagens não existiriam!

Uma beijo para você, Bernardo e Júlia!

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Oi Ana!!!!

Que bom que resolveu o " mistério ", né?

Beijos!!!!

Selma

Lacorrilha disse...

Ahahaha, este blogue é um lufada de ar fresco, divirto-me sempre que aqui passo.

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Ana Paula, kkk! Fazendo analogia ao caso, tempos atrás um cliente me chamou com certa urgência para dizer que o computador tinha errado a folha de pagamento da empresa dele. Estava tão descontrolado (o cliente, rs) que já estava quase conseguindo passar a falha grave do seu sistema ao meu trabalho de manutenção. Por conseguinte minha firma seria a culpada pelo erro da folha de pagamento.
Para não esticar a história, usei toda a paciência que Deus me deu para mostrar para o cliente que o computador não pensa. O homem que lança os dados na máquina é quem pensa (nem sempre pensa, rs). E por pensar está sujeito a erros... por conseguinte... assunto encerrado. Fiquei pensando: Já pensou se um dia roubam o computador da firma e o cliente cisma em dizer que o computador resolveu sair e não voltou mais???!!!

Então fique tranquila. Isso vai acontecer sempre. Aqui no meu laboratório (chic, né?) que para os mais íntimos é oficina mesmo, é proibido comer, beber, usar desodorante, protetor solar,..., nas imediações dos microcomputadores. Principalmente o de clientes. No começo foi difícil controlar, mas aos poucos o povo foi se conscientizando. É a única solução!
Você teve sorte porque esse líquido de fazer bolhas tem ação detergente. Se fosse uma "fanta laranja" ia virar uma "meleca" inesquecível.
Não se incomode. Se alguém não errar não dá para aprender e gravar o aprendizado.
Beijo
Manoel

Helena Chiarello disse...

kkkkkkkk!
Que delícia!!
E eles fazem dessas coisas mesmoo!
E rendeu mais uma gostosa crônica!
Sempre um presente ler você, Ana!
Nossa.... Saudade que estava de estar por aqui! Mas a vidinha anda tão corrida que mal dá tempo pra essas coisas tão gostosas!
Um beijo no coração e obrigada sempre pelo carinho!