quarta-feira, 1 de maio de 2013

Lembranças boas da infância


Blogagem coletiva vinda lá da Etienne sobre a infância e suas boas lembranças.
Minha infância não foi lá das melhores, eu era muito filosófica e sofria demais, chorava muito escondida, acho que me fez falta um irmão ou irmã pra ter com quem fazer artes, brigar, brincar; mas tem sim lembranças boas!

Colocar algodão no pinheiro de Natal - lembro-me de um pinheiro natural enorme, que ia até o teto e eu e mamãe com um rolo imenso de algodão envolto em papel roxo pegávamos pedacinhos para enfeitá-lo. Pinicava até os braços!

Hora da Ave-Maria que eu ouvia pelo rádio com meus avós - rádio pequeno envolto em uma capa de couro preta, antena puxada e o copo de água ali do lado. Não que eu fosse tão devota assim, é que depois do gole de água benta meu avô colocava para fritar uma panelada de torresmo!

A primeira melissinha - inesquecível o cheiro daquele sapatinho de plástico. O meu era o furadinho. Não consigo me lembrar de propagandas ou o porquê de tamanho fascínio nas meninas... enfim, eu tive uma melissinha!

16 comentários:

✿ chica disse...

Lindas ,ternas tuas lembranças.

O algodão no pinheiro, os braços piniquentos, furados pelas pontas,rs... Lembrei disso também aqui! As minhas filhas adoravam a MELISSINHA! beijos,chica

Luciene Tenório Nunes disse...

Algodão em pinheiro no Natal tb faz parte da minha infância. O papel roxo ainda tem, nos pacotes grandes... evita o amarelamento o algodão. A hora do Angelus regado depois por torresmo devia ser delicioso mesmo. A melissinha já é da minha adolescência.
Linda participação na blogagem!
Bjs.

Anne Lieri disse...

Oi Ana Paula!Que legais as suas lembranças!Achei graça vc esperar pelo torresmo depois da Ave Maria!...rss...bjs,

JAN disse...

Ih Ana Paula, minha infância foi bem anterior á "melissinha", mas já pinheiro natural me pinicando...
Gostei da sua participação nessa BC.

Abração
Jan

Flávia Brito disse...

Menina, eu também tive melissa, daquelas transparentes, afff... hoje acho um horror, mas era tão legal na época... rsrs.

É muito legal mesmo lembrar da infância, eu tive uma muito feliz, apesar de não ter tido irmãos da minha idade, tinha tantos primos que perdia as contas. Beijos!

VERINHA TIBURSKI disse...

Olá Ana
que fofa esta BC, igual a você participei dos algodões do pinheiro de nata, a hora da ave Maria rezava bem compenetrada pedindo por varias coisas que não aconteceu e a melissinha, ganhei uma branca quando fiz a primeira comunhão, era uma febre mesmo. Tive irmão mas convivi pouco tempo com eles, pois com a separação dos pais fomos separados por anos.
Parabéns ficou muito lindo seu post.
Beijos.

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Menina...vc lembrou da hora da Ave Maria as 18:00hs na rádio!!! É verdade, eu tb ouvia com minha mãe...gente, e a Melissinha!!! Pois é, o tempo passa...e voa!
Adorei as lembranças!
Beijos e uma ótima quinta-feira!
CamomilaRosa

Calu disse...

Então somos "filha única".Senti, como vc, a falta dum(a) irmão(ã).

A melissinha foi da época da infância das minhas meninas, mas o algodão no pinheirinho fez parte da de todas nós.
Bjkas,
Calu

REINVENTANDO disse...

Tenho boas memórias de minha infância..algumas parecidas com a sua!!
Abraços.Sandra

EdeEtienne disse...

Hey! Você me fez lembrar da minha avó, ouvindo a Ave Maria no rádio... (Mas não tinha torresmo, rsrs.) Sandália melissinha eu também tive. Aliás, quando vejo sandália de plástico, é da melissinha que eu me lembro. Obrigada pela sua participação, Ana! Tenha uma boa noite. Bjs.

lis disse...

Essa melissinha era coqueluche entre as meninas... e lembrar desses detalhes é muito agrad´vel!
Memórias que vem como fotografias que ficaram na mente , até com cheirinho...rs
Gostei muito Ana
deixo abraços nessa noite e que tenha bons sonhos.

Moro em um Kinder Ovo disse...

Boas lembranças. Saudades que viraram lindas histórias para contar.

Patricia disse...

É sempre voltar um pouquinho no tempo e relembrar as coisas boas vividas, né?
Bjs

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Ana Paula, cada qual tem sua fé baseada em alguma coisa. A sua é em "torresmos", rs.
Interessante que eu me lembro do cheirinho da melissinha da minha irmã.
Gostoso lembrar desses recuerdos da infância!
Beijo
Manoel

Rovênia disse...

Eu também amava as melissinhas. Também tive essa fradinho, lembro de uma azulzinha e uma vermelha! E hoje compro melissinhas para as meninas! Gostei da lembrança! Surpresa amanhã no meu blog para vc!

Rejane Menezes. disse...

Que post lindo, você escreve com tanto encantamento parabéns.
Se puder faça-me uma visitinha em meu blog:
http://natalparasonhar.blogspot.com.br/
Abraços.