domingo, 21 de setembro de 2014

Dia Mundial Sem Carro



22 de setembro, "comemora-se" o Dia Mundial Sem Carro.
Será apenas uma data; nas capitais, uma faixa, alguns voluntários e esforçados defensores.
E é com lamento, que eu fui ao longo do tempo tendo que admitir, que a maior responsabilidade pelo caos na mobilidade urbana causado pelo excesso de carros não é exclusiva dos donos de automóveis.

Neste dia mundial sem carro, observe atentamente na sua tv, as propagandas, a publicidade. É esmagador o número de publicidade de carros, sejam modelos novos, novas marcas, descontos exclusivos, enfim,  além do excesso nas ruas, excesso nas telas de tvs.

Transporte público, que seria a alternativa viável, aqui em São Paulo, afirmo que é inviável. Nos horários de "pico" então, é surreal.


Nossa economia gira em torno das indústrias automobilísticas e construção. Cidade cada vez mais verticalizada com os carros tentando encontrar seu horizonte.
Uma urbanista defende a ideia de mostrar o carro como um cigarro e todos os malefícios, melhorando antes disso o transporte público.

Para melhorar esse sufocante assunto cheio de stress, poluição, vamos celebrar, cuidando de nossas árvores, admirando a exuberância da Primavera que insiste em estar por todas as partes!


13 comentários:

Poesia do Bem disse...

Se todos fizessem isso mais vezes o mundo, o planeta, o coração e os pulmões agradeceriam.Aqui vivemos poluíção quase 0 em se tratando de carros. Tem ação no blog vem ver

✿ chica disse...

Bem colocadas tuas palavras,Ana! É incrível como a cada dia mais e mais carros saem das fábricas e são jogados no trânsito das cidades. Cada vez mais. Não sei como esse caso será solucionado!

Enquanto isso, sempre que posso ando sem carro e uso o trem, mas sei bem, pra todos é inviável. Cuidemos pois muito bem das nossas árvores, cada vez mais necessárias! bjs, linda primavera! chica

Clara Lucia disse...

Aqui em minha cidade, interior de São Paulo, Franca, não temos congestionamento, graças a Deus, e o transporte público é totalmente viável. Não tenho carro mas se tivesse não iria complicar o trânsito não. Menos mal... rsrsrs
Boa semana!

Sonia Tolfo disse...

É como eu penso, também. Não somos só nós usuários de carros os responsáveis pelo caos no trânsito, há sim um sem número de responsáveis que passa pela má qualidade do transporte público até a avalanche de promoções para aquisição de veículo e pelo interesse nas exploradoras de combustíveis.
Assim, isso só mudará quando houver uma política que busque mudar essas situações.
Abraço, Ana!

Moro em um Kinder Ovo disse...

Moro em cima de um morro. Para descer, todo santo ajuda. Mas como sei que vou ter que subir, o carro é indispensável. Quanto ás nossas políticas públicas para o transporte elas são sempre erradas. São burocratas que traçam os projetos e elaboram os programas e parecem que eles não conseguem escutar o que o povo precisa, o que eles querem. E o resultado, previsível, é o caos nosso de cada dia.

Alê Biet disse...

Aqui em Goiânia a frota de veículos cresce quatro vezes mais que a população. Não existe incentivo ao uso do transporte coletivo sem contar que é um caos. Mas...Goiânia é a cidade com a área urbana mais verde do país, assim parados ou não em grandes congestionamentos podemos admirar a exuberância da primavera.
Beijos Ana querida!

A BETI disse...

˚ ' Que a doçura de que tanto falamos tome conta do nosso ser e nos molde, afim de que possamos fazer do mundo um lugar melhor pra se viver "
(Arnalda Rabelo)
Uma linda semana para vc!
Bjsssssssssssssssssssssssssss

Tina Bau Couto disse...

Mais dias mundias, estaduais, locais, de campanha ou voluntários sem carro
Mais bicicletas
Melhores transportes públicos
Milagres se for preciso
\o/

Beth/Lilás disse...

É uma verdadeira contradição tudo isso, principalmente no Brasil, onde o governo apoia e incentiva a produção de veículos e o povo compra, desde o novo até a velharia que polui mais ainda.
Sonho com isto de verdade, mas tem que ser sem hipocrisia, como quase tudo de política que é feita neste país.
um abraço carioca


Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Olá Ana, ir sem carro para qualquer lugar dependendo do transporte publico caótico da maioria das capitais, chega ser um insulto! Antes plantar uma árvore do que sair sem carro! rsrs bjoss

Aline Lima disse...

Olá Ana, é a minha primeira vez em seu blog! Utilizo o trem, metrô e ônibus todos os dias em São Paulo. Passo muito sufoco,mas o trem ainda é melhor do que ficar parada no trânsito!
Sempre que posso vou pra parques, por que sentando na grama e ficando com os meus pensamentos, me sinto bem melhor!

Abs,

Aline Lima disse...

Olá Ana, é a minha primeira vez em seu blog! Utilizo o trem, metrô e ônibus todos os dias em São Paulo. Passo muito sufoco,mas o trem ainda é melhor do que ficar parada no trânsito!
Sempre que posso vou pra parques, por que sentando na grama e ficando com os meus pensamentos, me sinto bem melhor!

Abs,

Anne Lieri disse...

Oi Ana Paula! Abordou bem o tema que vai além de não sair de carro, mas plantar árvores, cuidar do meio ambiente sempre em nossos hábitos diarios e, especialmente as autoridades melhorarem os tranportes públicos e a midia tb colaborar! Tem toda razão em seu texto! bjs,