segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Pé de meia


Quando escrevi aquele texto sobre a ex-quase-sogra, realmente acreditei que era o último resquício dela. Enganei-me.
De alguma maneira, ela, a ex-quase-sogra ainda povoa meus pensamentos. Na realidade, acho que pode ter sido alguma palavra ou imagem vista na internet que me trouxe tal recordação.Sim, porque não ela que povoa, apenas um fato acontecido entre uma louça e um café: o pé de meia.
Ela perguntou-me certa noite: “Você sabe coser um pé de meia?”
Não. Foi tudo o que consegui falar vendo-a colocar um ovo dentro da meia.
Fiquei profundamente absorta naquela visão do pé de meia marrom-café e ali através do seu buraco, o branco do ovo.
Talvez se ovo fosse da classe dos avermelhados, a sobreposição de tons seria menos chocante. Mas ainda consegui perguntar se era necessário que o ovo fosse cozido para poder coser a meia.
Num sorriso de quem tem muita experiência, ela me disse que o ovo usado era cru. Assim devido aos cuidados que se teria com o ovo, o ponto da costura seria mais delicado.
Nunca cerzi uma meia puída. A imagem do ovo branco no pé de meia ainda está em mim.
Não tenho talento com agulhas. Manuseio muito bem para desentupir frasco de cola branca, se bem que, já tive talento com agulhas em veias alheias, podia até ouvir o momento em que ela chegava ao líquido vermelho, já o talento foi escasso quando tinha que espetar calcanhares recém chegados ao planeta. Aí eu ouvia tanto choro que pedi para ser transferida de função. Mas, tudo isso ficou no passado. Agora apenas a lembrança do pé de meia e a constatação que a meia que estou usando, furou.
Lixo, vai para o lixo. Não tenho talento para cerzir, está chovendo, e acabou o ovo.
Só para eu não me sentir mal: alguém aí costura meias usando ovos? 

6 comentários:

Débora disse...

Nossa! Que relato.
Nunca tinha ouvido falar sobre isso...rs
lembranças...Ah! Lembranças!
Bj

Ivani disse...

Você não vai acreditar mas mesmo assim eu digo: minha sogra usava ovo para costurar as meias.
E eu também achava um horror!
E o ovo era sem cozinhar, para que ela pudesse sofrer mais...rsrsrsr
Outro dia vi em uma revista uma cesta de costura bem antiga. Nela tinha um ovo de pedra! Sim, de pedra.
Era usado para costurar meias.
Até aí tudo bem. Mas ovo de galinha, e cru?
É gostar de sofrer, não é não?
Eu também não costuro meias.
Adorei o assunto Ana, bem lembrado.
Beijos, boa noite.

Patricia disse...

Aff...tô chocada. hahaha
Não fazia idéia dessa história do ovo cru.
Eu não costuro meias tb não, aliás não sei costurar quase nada, por enquanto.
bjs

Angi disse...

não, amiga, nem com ovo, nem com agulha!rs
aqui quem costura é o guto,acredita?
hahahaha
adoreii!
beijos querida
ótima semana para vocês
Angi

Imac by Artes disse...

Por quê será que de certas situações nunca esquecemos? As vezes isso me acontece.
Também não sei cerzir meias.
Abraços e uma linda tarde.

mfc disse...

E quanto a ovos de coser... guardo religiosamente um ovo de massa raiado de roxo que a minha avó utilizava para coser as ditas meias (não pés de meia) de lá de casa!

Beijinhos
do
Pé de Meia