domingo, 5 de agosto de 2012

Considerações


Algumas considerações sobre mim:

Já ganhei na loteria! Exatos R$14,16 ( quatorze reais e dezesseis centavos). Nossa, fiquei muito feliz! Recebi meu prêmio na própria casa lotérica. Então é possível ganhar!

Tenho cabelo branco.

Namorei muito mandando mensagens através do pager, bip. Lembram? A gente ligava para uma central, falava o código imenso do pagger e ditava pausadamente a mensagem. Quanta poesia, quanta letra de música e eu te amo eu falei. Dava uma vergonha... E o que será que pensava o atendente?



Gosto de comer chocolate tomando chá japonês, verde ou banchá.

Já fui confundida com uma atriz libanesa. Não tenho coragem de ir até lá para conferir.

Dormi no metrô daquele tipo da cabeça pender a cabeça no ombro alheio. Que vergonha.

Viajei num avião de carga. Mesmo com a economia, não recomendo.

Lavei batina de padre.

Confundi uma toalhinha para higiene das mãos, que foi oferecida no avião, com um queijo muçarela e a fiz voar pelos ares pois estava quente.

Escovei dentadura e coloquei-a numa caneca para passar a noite.

Empacotei muito defunto naqueles enormes sacos com zíper. Morria de medo quando tinha que abrir um saco daqueles sem saber quem estava lá. Vai entender...

Já fui macrobiótica, vegetariana, frugívora, tinha inclusive a pele esverdeada. Hoje sou um bom garfo.

Tive piolho e não teve pente fino que conseguiu entrar no meu cabelo sarará.

Fiquei internada um dia de tanta picada de mosquito borrachudo que levei. Jurei que nunca mais volto para Ilha Bela.

Trabalhei no censo do IBGE! Nem gosto de lembrar. Ia de casa em casa. Até arma apontaram para mim. Foi então que descobri que tinha talento olímpico. Corri como nunca!

Apaixonada que estava, tomei banho de cachoeira no outono do Rio Grande do Sul, o que significa muito frio, para saber depois que o rapaz era gay. Que fria!

Queria saber os efeitos o salamargo e tomei um copo cheinho. A lição durou um dia inteiro ( no banheiro) e aprendi direitinho, para nunca repetir.

Comi muita geleia de pé de galinha para crescer. Acho que não funcionou. Mas, pelo menos, ainda não tenho pé de galinha.

Já caí do cavalo. O bicho desembestou. Nunca me convidem para uma cavalgada, mesmo que seja em pônei.

Não gosto de datas. Tento me adaptar... No início do ano recebi a carteirinha da minha filha com a data de nascimento errada. Devolvi, briguei, argumentei e quinze dias depois recebi a nova com o bilhete que eu mesma tinha assinado e colocado o dia de nascimento da minha filha totalmente errado. Como pode? Uma mãe errar uma data dessas... Estou me esforçando.

Fiquei sentada num banco de praça de uma outra cidade onde estava passeando e me abordaram perguntando “quanto custa?”. Depois de ser incomodada várias vezes, saí dali e muitos anos depois contei o fato para uma amiga, que caindo na gargalhada disse: aquela praça é ponto de garotas de programa. Porque não colocam uma placa para evitar esse constrangimento nos turistas?

Sou feliz e normal.
Beijos

24 comentários:

Kellen Bittencourt disse...

Que legal Ana, me diverti muito, que mulher mais eclética vc foi e continua sendo, qtas aventuras, gafes, e situações divertidas, é isso que faz a vida valer a pena, mesmo com as adversidades que temos que enfrentar, adorei muito! Parabéns pela autenticidade! Bjoooooss

✿ chica disse...

Ri muito contigo aqui..Cada uma!!Sabe, assisti essa do avião,ser´que eras tu? rs E a da praça?rs Muito legal!! Adorei!!Bom humor, sempre!!Só faz bem! beijos,chica

. disse...

hhaahahha
Gente, parece um filme! Qta coisa inusitada vc já viveu!!
Bjos e boa semana

Michelle Carvalho disse...

Nossa ri bastante com esse post!Quem não tem situações desse tipo p/ contar???

Beijos

Patricia disse...

Ai Ana, vc é uma figura!!!
Ri muito.
Lembranças q nunca devem ser esquecidas.
bjs

Ivana disse...

rsss que legal!
Quantas razões para dizer; a vida é maravilhosa, e é assim que se vive verdadeiramente, beijão

Carolina Lima disse...

Adorei!
Tão bom essas considerações... e conhecer mais sobre você! :)

Sobre o seu prêmio na loteria, eu já ganhei uma moto em um sorteio. No total foram R$ 3.000,00. Foi em 2008 na Pecuária de Goiânia (a festa de peão igual a de Barretos).
Subi em cima do palco que estava tendo o show (uma dupla sertaneja), tirei foto e gravei uma vinheta (brega, diga-se de passagem) para a rádio que estava patrocinando o sorteio. Tive meus 15 minutos de fama.

Dia desses a tia Lelé (Coisas da Vida) e dps minha irmã disseram que me ouviram na rádio agradecendo a moto. Não acreditei, até pensei que as duas estavam combinando pra encher meu saco.
Logo dps encontrei a mãe do ex-namorado dessa irmã no banco e ela me disse "Sempre eu escuto você na rádio!" ... até hoje estão usando minha voz para um prêmio de 04 anos atrás!

Uma excelente semana!!

Carol

Marcilane Santos disse...

Quanta história legal Ana. Você é aventureira hein? Beijão*

Santa Cruz disse...

Ana: Fartei-me de rir essa de namorar mandando vips nunca fiz namorei minha esposa por cartas que escrevia todos os dias nesse tempo não havia vips nem celular. só via ela duas vezes por ano. meus primeiros poemas como o que postei ontem foram escritos para a minha amada até aos dias de hoje.
Beijos
Santa Cruz (diacono Gomes)

Alê Biet disse...

Amei!

Quandas aventuras.
Palito de picolé premiado, a única coisa que consegui ganhar até hoje! (Ganhei outro picolé.)
Vc me fez lembrar de cada coisa “interresante” que aconteceu comigo!
Beijos Ana!

Tina Bau Couto disse...

Eu tô até agora tentando selecionar para comentar as que mais gostei e as que prefiro não comentar.
Preciso te dizer duas coisas amiga:
1. Não somos normais
2. Por isso somos imensamente felizes
Uma semana de erros, acertos e felicidade para gente :)

Anne Lieri disse...

Ai Ana Paula!Só vc mesmo!Ri muito de algumas coisas e outras senti o fora com vc!...rss...um excelente texto e bem corajoso!bjs e boa semana!

Rafaela disse...

Amei!!!!!!!!
Adoro autobiografias.
Beijos e boa semana.
Rafa

Compartilhando Sentidos disse...

Ana, Ana, Ana... Que maravilha de pessoa és! Eu ri do começo ao fim. Não era? Pois é. Eu ri, me identifiquei com algumas passagens e no final de tudo: Continuo sendo tua fã!

Banho gelado de cachoeira em pleno outono no Sul pra conquistar o amigo gay, foi ótimo!

bjbj

Luma Rosa disse...

Ana, bacana você abrir para nós um pouco mais de você. Estranho mesmo achei o lance da dentadura. Era do padre? (rs*)
Boa semana!! Beijus,

Li disse...

Hahahaha!!!! Morri de rir com muitas das histórias! Você deve ser uma pessoa muito divertida, as pessoas deve adorar estar ao seu lado!!!

Beijos!!!

Lívia.

Aleska disse...

Minha amiga quase caí dura depois deste post. Se eu fizesse um post desses tb ía ser engraçado, mas nem tanto quanto este kkkk morri de rir do ponto das prostituas, do guardanapo-mussarela e muitos outros. Mandei hoje o seu livro, e vai um marcador de brinde incluso. Beijos!

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Ana Paula, só quem é feliz e bastante normal pode prender nossa atenção com essa deliciosa postagem.
Não a conheço pessoalmente, todavia sempre a imaginei uma pessoa lutando por ser sempre politicamente correta. Eu também penso muito dessa forma. Não me arrependo, mas já me decepcionei muito com nossos "pátria amada BRASIL" terminarem em "pizza" (a propósito, de muçarela, só para homenageá-la por ter escrito correto o que a gente sempre escrevia MUZARELA ou MUSSARELA...).
Adorei essa postagem. Não deixa de ser um Curriculum Vitae bem mais realista e pouco técnico.
Beijo
Manoel.

Ricardo Miñana disse...

Cuando nos toca la loteria es como una alegria,
que tengas buena semana.
un saludo.

Laiz disse...

Legal te conhecer mais! Te acho uma pessoa incrível pelo que te acompanho! Feliz e normal! Coisa boa ser assim! hahahhah bjocassssssss

Ana Virgínia disse...

kkkk....

legal saber dessas curiosidades sobre você.

fatos realmente engraçados.

bjo

filhadejose.blogspot.com

Ana Virgínia disse...

Você foi a ganhadora do sorteio do livro AS MEIAS DE REBECA.

Envie seu endereço para mim.

anavi16@yahoo.com.br

disse...

Que demais! Fiquei imaginando cada uma das situações e ri muito!

Ivani disse...

oi Ana, obrigada por me avisar, quase passo sem me divertir tanto.
Adorei sua auto-biografia, muito divertida.
nao acreditei quando voce disse que ja viajou em aviao de carga.
ri muito imaginando como seria!
tem espaco para pessoas também?
E a data de aniversario da filha?
Só voce mesmo, maluquinha, para pagar um mico desses.
Coisa boa saber mais sobre minha amiga querida.
Beijos e até...