domingo, 3 de abril de 2011

Júlia

Há seis anos, o dia de hoje também era um domingo.
Um domingo ensolarado quando você deixou a escuridão do útero que por nove meses te abrigou para vir à luz nos trazer a tua luz.
Lembro-me que na manhã daquele domingo eu me sentia estranha, e não sabia definir o que era aquele estranho. Não tinha sinal algum de parto e a consulta seria no dia seguinte.
Então o papai resolveu me levar no pronto socorro só para ver se estava tudo bem.
Ficou andando com o Bernardo enquanto eu subia.
Fui logo dizendo à médica que tinha consulta no dia seguinte mas estava ali só para ver se estava tudo bem com o bebê.
Examinou-me, deixou-me ali deitada e comecei a ouvir um zum-zum-zum, uma certa correria.
Apareceu-me uma enfermeira com uma camisola hospitalar e eu fui descendo da maca procurando por minhas roupas e dizendo que estava acompanhada e precisaria avisá-los que eu iria ficar.
Então ela me disse: "você não vai sair daqui porque o bebê está nascendo".
Fiquei aturdida. Queria avisar, estava combinado que ele assistiria ao parto, eu não havia trazido nada...
Fui levada para a sala de parto, lá minha bolsa rompeu e então veio a dor lancitante. Não houve tempo para anestesia e quando achei que não fosse supertar, soltei um grito, na verdade um urro e você deixou meu ventre.
Aquele chorinho enchendo a sala de parto é o bálsamo que faz esquecer qualquer dor, qualquer angústia.

Passei o telefone de seu pai para a enfermeira, que o localizou e pediu que viesse fazer a internação.
Ele conta que foi perguntando aonde deveria ir com os papéis e chegou ao lado de berçário. Ali, esperando para ser atendido começou a olhar os muitos bebês em seus bercinhos e foi seduzido por um bebê de enormes olhos pretos, não conseguia parar de fitar aquelas enormes jabuticabas sentindo algo inexplicável, que foi logo afastado pelo pensamento racional - só faz quinze minutos que ela está aqui, impossível ter nascido.
Pegaram-lhe os documentos e então foram apresentados, embora já se conhecessem.

Feliz aniversário, minha filha.
Feliz vida.


7 comentários:

✿ chica disse...

≈ ☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆ ≈
.:*♥*:._.:*♥*:._.:*♥*:._.:*♥*:._.:*♥*:.
≈ ☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆


Que linda JÚLIA!!!

Parabéns e desejo uma vidinha cheia de amor, alegria, brincadeiras e muita poesia! beijos da chica e do sementinhas...


≈ ☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆ ≈
.:*♥*:._.:*♥*:._.:*♥*:._.:*♥*:._.:*♥*:.
≈ ☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆≈≈≈☆

Antonia Ivani disse...

Oba, hoje tem bolo! pena que moro longe!
que coisa boa fazer aniversário, principalmente seis anos.
Que belas lembranças em Ana? Se todos os partos fossem rápidos assim seria uma benção.
Julia é linda, e pelas fotos é também muito simpática, e sapeca!
Que tenha muita saúde, alegrias e carinho pela vida a fora, que seu caminho seja sempre de muito sol e calor.
E parabéns à mamãe que faz uma homenagem tão doce à sua herdeira.
beijos para as duas.

Claudia disse...

Ah, que post mais lindo!!
Parabens pra Julia! Esta menina linda, esperta e especial.
Parabens para a Ana, amiga querida!!
Bjks mil

Helena disse...

Ah, que delícia!!
Um aniversário especial comemorado com muita alegria, amor, carinho e uma postagem linda assim!

(¨`•.•´¨)
.`•.¸(¨`•.•´¨)
.... ×`•.¸.•´× (¨`•.•´¨)
....(¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´×
... ×`•.¸.•´×


Feliz aniversário, Julinha!!
Que você receba de presente todas as coisas lindas que a vida tem pra dar!

Parabéns e um suuuuper beijo!

(¨`•.•´¨)
.`•.¸(¨`•.•´¨)
.... ×`•.¸.•´× (¨`•.•´¨)
....(¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´×
... ×`•.¸.•´×

Nega disse...

Jabuticabinhas que transmitem tod felicidade do mundo!
Parabéns Jico linda...quero brincar com vcs na fábrica das palavras =)
bjs

MÃE DO GUI disse...

Amei o post, vim conhecer vcs graças ao vestido de Rodar da linda Re.
sua filha é muitooooo linda e fofa!
Já virei fã da poetisa! Tou seguindo vcs ta?

Bjo e muito prazer!

jana

Angi disse...

Oiii
vim lá do blog da Rê tb!
Adorei!
Se quiser conhecer meu cantinho, fique a vontade!
Beijos
Angi
maedeguri.blogspot.com