sábado, 2 de julho de 2011

Flores



Não me traga flores
Leve-me para passear por entre elas
quero um ramalhete em meu coração
Agora sei porque há o néctar
música que baila borboletas
Ceifá-las de etéreo prazer?
Não. Não me traga flores
posso sentir a maciez de tuas mãos
qual as pétalas feitas de brandura
quando entrelaço meus dedos com os teus
A flor se entrega à abelha
confiante, segura
E meus lábios se entregam ao teu beijo
Agora sei porque há o mel
Ceifar outros lábios de sentir o sabor do mel?
Não. Não me traga flores
Quero inalar cada delicado aroma
porque sentirei o teu cheiro
cada vez que caminhar por um jardim
Tocarei delicada pétala
lembrança do teu corpo em minha pele
Não me traga flores
Permita que outros olhares
neste mesmo jardim
colham ramalhetes para o seus corações
E tente imaginar
seres caminhando pelas ruas
peito colorido em buquês
mãos enlaçadas
bailando envolvidos no aroma
de um jardim que um dia caminharam


                    Ana Paula

4 comentários:

✿ chica disse...

Nooooossa,que linda inspiração! Adorei! Estar entre flores todos queremos!beijos,chica e lindo fds!

Su disse...

Ana Paula,

que linda essa poesia...
doce, delicada, perfumada e com esse sabor inconfundível e singular do mel...

lindo moça poetisa!

linda essa flor da imagem!!!

Um sábado de muita paz e amor sempre!

Beijinhos. Su.

Camila Gomes disse...

Amigas Blogueiras,
Venho por meio deste pedir a singela ajuda de vocês!
Bom é o seguinte tenho um funcionário que teve bebê recentemente para ser mais exato dia 24/06, e infelizmente a sua esposa após ter o bebê teve embolia pulmonar e está em coma, está na UTI a 2 dias! Como esse meu funcionário não tem condições financeiras muito favoráveis venho por meio desse pedir para quem puder doar FRALDAS, LEITE NAN(1), ENTRE OUTRAS COISAS QUE RECÉM NASCIDOS NECESSITAM! Tudo será muito bem vindo.
Muito Obrigada!
Postei uma imagem no meu BLOG se vocês puderem visitar e DILVULGAR, ja eu explico tudo direitinho.
OBRIGADA!

Ivani disse...

Olá, primeiramente que triste esse comentário da Camila, não? Vou lá no blog visitar ...
Segundamente rsrsrs que poesia mais linda Ana!
Sei lá, já disse que não entendo de poesia, mas fico encantada com quem consegue dizer as coisas em rima, com tanta delicadeza.
Parabéns, ficou linda!
Beijos, tenha um ótimo domingo.