sábado, 26 de novembro de 2011

Mário Lago 100 anos

26 de novembro de 1911 nascia Mário Lago, que para mim era somente o ator que me encantava nas novelas. Surpreendi-me ao saber que cantava, compunha, escrevia...
Em homenagem ao centenário de seu nascimento um poema bem ao seu estilo: leve, descontraído de quem olhou para a vida e viu muitos sorrisos.


Proclamação do amor anti gramática

"Dá-me um beijo", ela me disse,
E eu nunca mais voltei lá.
Quem fala "dá-me" não ama,
Quem ama fala "me dá"
"Dá-me um beijo" é que é correto,
É linguagem de doutor,
Mas "me dá" tem mais afeto,
Beijo me-dado é melhor.
A gramática foi feita
Por um velho professor,
Por isso é tão má receita
Pra dizer coisas de amor.
O mestre pune com zero
Quem não diz "amo-te". aposto
Que em casa ele é mais sincero
E diz pra mulher: "te gosto"
Delírio dos olhos meus,
Estás ficando antipática.
Pelo diabo ou por deus
Manda às favas a gramática.
Fala, meu cheiro de rosa,
Do jeito que estou pedindo:
"Hoje estou menas formosa,
Com licença, vou se indo".
Comete miles de erros,
Mistura tu com você,
E eu proclamarei aos berros:
Vós és o meu bem querer

Mário Lago

6 comentários:

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Ana Paula, esse olhou para a vida e viu muitos sorrisos mesmo.
Muito lindo esse poema. Não o conhecia. Muito legal a simplicidade e realidade dele ao separar a "linguagem de doutor" da linguagem do amor.
Parabéns pela postagem, Ana. Valeu!
Beijo.
Manoel.

✿ chica disse...

Linda homenagem à esse grande homem!

Vim agradecer teus carinhos pelo niver!!! Obrigado de coração! beijos,lindo domingo,chica

Ives disse...

Além do coração que fica confuso perante a nossa amada, tb as palavras, lindo e genial poesia, Srta. Lindo blog, se permitir, voltarei, abraços

mfc disse...

Era um actor fabuloso.
Recordo de imediato a sua interpretação de Atílio na novela "O Casarão"... um personagem fortíssimo e impecavelmente desempenhado.

Angi disse...

Ele merece essa lembrança mesmo. Grande homem, grande ator, grande poeta, e grande pessoa!
Não conhecia esse poema, na verdade, não conheço muitos poemas dele, e adorei!
beijo

Patricia disse...

Que poema lindo!
Amei!!